Notícias
HOME > Notícias > Notícias
2 MAI2017
New QQ Smile, da Chery, faz consumidor sorrir com menor preço da categoria

Portal da Propaganda - 26/04/2017

Em nova campanha da Z515, montadora mostra a união entre design, modernidade e preocupação com o meio ambiente, aliados ao preço mais baixo do mercado.

A Chery lança, nesta semana, a nova campanha “New QQ Smile. Você sorrindo de carro zero”, com criação da Z515. A montadora leva às TVs e mídias digitais um filme que reforça o novo modelo flex em sua versão Smile. O produto une design moderno de inspiração italiana, preocupação com o meio ambiente, com o motor VVT Flex que oferece mais performance e economia, e um preço imbatível, tudo isso para fazer o consumidor sorrir de carro novo.

Com produção da Bossa Nova Films e trilha da Panela, o filme da primeira fase da campanha é apresentado em sua versão de 30’’, seguido de versão reduzida de 15’’ e vinhetas de 5’’. O roteiro reforça os features do novo modelo, ideais para quem gosta de design, espaço interno, economia de combustível e tudo isso a um preço competitivo. A campanha tem mídia de apoio regional com peças como spots de rádio, outdoor e anúncios de jornal, dando suporte aos concessionários, e uma forte estratégia em canais digitais.

“Nosso principal desafio é levar as pessoas às concessionárias para conhecerem o New QQ Flex Smile, e verem tudo isso de perto. Por isso, reforçamos muito o maior asset deste produto, que tem o menor preço da categoria”, afirma Marcelo Prista, CCO e sócio da agência Z515.

Ficha Técnica:

Direção de criação: Marcelo Prista, Rafael Carrieri, Luciano Frozoni.

Criação: Fabio Victória, Felipe Halada e Marcelo Prista.

Planejamento: Rodrigo Cerveira, Elisa Toldi, Roberta França.

Atendimento: Fábio Tramontano, Laís Dantas e Roberta Padilla.

Mídia: Sandra Vaiano, Aline Vedolim, Ike Moraes e Mariana Guimarães.

RTV: Sandra Freitas.

Produtora de Imagem: Bossa Nova Films.

Direção: SEB Caudron.

Direção de Fotografia: Walter Carvalho.

Atendimento produtora: Priscila Miranda, Gabriela Fernandes, Natalia Wandel.

Produtor Executivo: Edu Tibiriça e Sandra Othon.

Montagem: Rafael Mesquiara.

Produtora Audio: Panela.

Produtores: Daniel Galli e Filipe Trielli.

Produção Executiva: Chandra Lima.

Técnicos de Som: David Mazzuca e João “Janjão” Vasconcelos.

Locutor: Marcelo Meirelles.

24 ABR2017
CHERY APRESENTA NOVIDADES NO SALÃO DE SHANGHAI EM COMEMORAÇÃO AOS SEUS 20 ANOS

Entre os destaques estão o conceito Tiggo Coupe, nova geração do Tiggo 5, nova gama de motores e plataformas globais unificadas

Conceito Tiggo Coupe, divulgação Chery

A Chery Automobile, principal montadora independente da China, marca presença no Salão do Automóvel de Shanghai, reconhecido como uma das principais mostras automotivas mundiais, apresentando uma série de novidades, não só para o presente, mas também para o futuro da marca em termos globais. Design, tecnologia e powertrain são as características que devem guiar a marca e podem ser conferidos nas seguintes novidades apresentadas no evento que acontece entre os dias 21 e 28 de abril.

A nova geração do Tiggo 5 faz sua estreia no Salão e será lançada globalmente no segundo semestre desse ano. Baseado no conceito Beta apresentado também no Salão da China, a nova geração do Tiggo 5 foi desenvolvida na plataforma T1X, nova plataforma unificada da Chery para SUVs, e conta com as mais avançadas tecnologias combinadas entre Jaguar, Land Rover e Qoros. O modelo herda a filosofia de design "vida em movimento" da Chery e reflete os elementos de mais jovens, elegantes e dinâmicos.

Uma das principais novidades da marca é a apresentação das suas duas plataformas globais unificadas, divididas entre SUV e Sedan. As plataformas formam a principal diretriz da Chery para todos os futuros lançamentos, seguindo o exemplo de marcas como Volkswagen, Toyota e PSA.

A Chery apresenta também uma nova gama de motores, mais potente e mais eficiente, sem perder o foco no meio ambiente. Exemplo disso são os dois motores E4T15C+48V e EV; o primeiro deles é um motor híbrido de última geração que pode ser movido a gasolina ou no modo elétrico, já o EV é 100% elétrico e já está na sua segunda geração, movido a bateria de lítio com alto desempenho de 49kw.

Usando a mesma estratégia de anos anteriores de apresentação de carros conceitos que se transformam em uma breve realidade, com produção real em torno de dois anos (TX – Tiggo 7 e Beta – Tiggo 5), a Chery apresenta nessa edição do Salão de Shanghai o Tiggo Coupe Concept, considerado o futuro SUV da marca.

“O salão de Shangai vem em complemento do que foi mostrado no Salão de São Paulo. Além de todos os novos modelos que já fazem parte da nova história da Chery, e em breve tomará as estradas brasileiras, ainda é de extrema importância ressaltar o desenvolvimento do “Black Technology System”, uma plataforma exclusiva, que irá construir uma nova ciência de movimentação inteligente, e viajar na experiência dos usuários, focando no alto nível de tecnologia como carros autônomos, sistema de reconhecimento facial, tecnologia em conduzir o veículo com os olhos, entre outros. Seguramente, os brasileiros podem aguardar uma nova história da marca no país, com produtos aliando alto índice de tecnologia, sustentabilidade, segurança e com prazer de dirigibilidade”, declara Luis Curi, vice-presidente executivo da Chery Brasil.

20 ANOS DE CHERY

A Chery Automobile comemora 20 anos de seu primeiro modelo produzido na China. Desde então, a marca apresenta uma constante evolução tecnológica, atingindo hoje patamares globais nos quesitos design, inovação e qualidade, tudo isso liderado pelos times do CTCS (Chery Technical Center Shanghai) e pelo Dream Team, composto por renomados profissionais como Hakan Saracoglu, James Hope e Sergio Loureiro, com experiências em montadoras como Porsche, Fiat, Ford, Mercedes-Benz, Daimler Chrysler e GM.

Em menos de 10 anos, a Chery se tornou a maior montadora independente da China e por 14 anos consecutivos foi a maior exportadora. Tendo como principal objetivo se tornar uma corporação internacional com competitividade global, adotou uma estratégia agressiva voltada a constantes melhorias técnicas e de qualidade. Exemplos desse empenho são as joint ventures com marcas como Jaguar, Land Rover e Qoros.

No primeiro trimestre de 2017 foram exportados mais de 24 mil carros, o que significa um aumento de 15,6% frente ao mesmo período de 2016. O sucesso deve-se muito a nova geração de carros Chery, como o Tiggo 7 e Arrizo 5 (sendo este o principal modelo exportado), que hoje representam quase 70% das vendas da marca.

Além da presença no Salão do Automóvel, a Chery vem realizando eventos paralelos para comemorar seus 20 anos com o slogan “Beyond & Challenge”. O primeiro deles foi o Chery Brand Night, que apresentou a evolução da marca em termos de desenvolvimento e produção. Na sequência foi realizado um test drive dos modelos da nova geração e, para finalizar, a Chery reuniu todos os representantes da marca espalhados pelo mundo para divulgação de sua estratégia global para os próximos anos.

SOBRE A CHERY BRASIL

A Chery Brasil consolidou-se com a primeira fabricante chinesa de automóveis a se instalar no país, com investimento de US$ 530 milhões. O aporte contempla uma fábrica de veículos de passeio e outra de motores, ambas localizadas no Vale do Paraíba, na cidade de Jacareí (SP).

20 ABR2017
Chery revela Tiggo Coupé Concept em Xangai

Auto Esporte - 18/04/2017

A Chery revelou o Tiggo Coupe Concept, seu mais novo SUV conceito durante o salão de Xangai. A marca ainda não revelou os dados técnicos, mas podemos adiantar que o carro tem estilo cupê, volante esportivo de base reta, luzes diurnas de LED e interior futurista, com uma grande tela sensível ao toque integrando as funções do painel de instrumentos ao sistema de conectividade e entretenimento.

O Tiggo que nós conhecemos por aqui é importado do Uruguai (onde é montado) desde 2009, porém, as peças ainda são feitas na China. Em junho de 2013, passou por reestilização e em 2014 ganhou opção com câmbio automático. Atualmente, a versão com câmbio manual de cinco marchas custa R$ 53.390. Já a versão FL, com câmbio automático de quatro marchas sai por R$ 59.990. Ambas contam com motor 2.0 de 138 cv de potência a gasolina.

Mas o modelo será atualizado em breve. O novo Tiggo, mostrado no Salão do Automóvel do ano passado, deve chegar ao Brasil no segundo semestre deste ano. O conceito que antecipa o futuro do SUV talvez não esteja muito distante da realidade na China, mas, com certeza, não veremos tão cedo no Brasil.

4 ABR2017
CHERY LANÇA NEW QQ FLEX

O modelo de entrada da Chery é o mais barato do País, a partir de R$ 25.990. Clientes que adquirirem o carro até 30 de junho terão como benefício as duas primeiras revisões gratuitas

O New QQ agora é Flex! A partir de amanhã, a Chery Brasil passa a comercializar seu modelo de entrada, o New QQ, com motorização flex. As versões Look e ACT continuam sendo comercializadas, porém com novos valores, a partir de R$ 29.990 e R$ 31.490, respectivamente, também como a opção de alimentação bicombustível. A empresa também anuncia uma nova versão para o New QQ, batizada de Smile, a partir de 25.990, disponível em todas as concessionárias do país.

“Apresentamos ao mercado o New QQ com nova motorização e com mais uma versão à disposição de nossos consumidores, mas mantendo o título do ‘carro mais barato do Brasil’, com duas opções abaixo dos R$ 30 mil”, declara Luis Curi, Vice-presidente Executivo da Chery Brasil.

As versões Look e ACT mantêm a mesma lista de equipamentos – com direção hidráulica, ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos, rádio AM/FM com entrada USB, travamento automático das portas, rodas de liga leve de 14’, quatro alto falantes, chave com comando remoto (central lock), entre outros itens –, sendo que o ACT é equipado com acessórios extras, como luzes diurnas de segurança (DRL), sensor de estacionamento, vidros elétricos traseiros e retrovisores com ajuste elétrico.

Como nova versão de entrada, o New QQ Smile, vem equipado com vidros elétricos dianteiros, rádio AM/FM com entrada USB, computador de bordo e abertura automática do porta-malas.

As três versões ganham o motor 1.0 de três cilindros flex, que rende 74/6000 – 75/6000 (cv / rpm) Gasolina-Etanol, e é reconhecido com o selo CONPET, concedido pelo Inmetro. Isso significa que o modelo é o mais econômico na categoria de subcompactos, tendo alcançado os níveis mais baixos de emissões de poluentes, além de ser classificado como um dos automóveis mais eficientes no ranking geral da avaliação feita pelo órgão.

O subcompacto também carrega o título de primeiro carro de uma montadora chinesa a fazer parte do ranking Car Group do CESVI Brasil, que lista os modelos com os melhores índices de reparabilidade, ou seja, os automóveis que oferecem a melhor relação entre custo e facilidade de reparos, que impactam diretamente não só no bolso do consumidor, como também no momento do cálculo do seguro, pelas empresas seguradoras.

Todas as informações sobre a promoção de lançamento do New QQ flex estão disponíveis para consulta no site www.cherybrasil.com.br, onde o cliente tem a oportunidade de conhecer mais detalhes das versões disponíveis, além de agendar um test-drive ou solicitar um orçamento.

“O New QQ flex chega ao mercado com boas notícias, desbancando seus concorrentes nos quesitos eficiência, emissão, índice de reparabilidade e custo do seguro. São fatores que contam positivamente no momento de decisão de compra por parte do consumidor, cada dia mais consciente e responsável, financeira, social e ambientalmente”, comenta Curi.

DUAS PRIMEIRAS REVISÕES GRATUITAS

Além da novidade da versão Smile, a Chery Brasil ainda oferece condições especiais para os consumidores que adquirirem o New QQ flex até 30 de junho.

“Serão oferecidas duas primeiras revisões gratuitas por conta da Chery. É mais um fator que complementa a lista de custo benefício do nosso modelo de entrada”, finaliza Curi.

SOBRE A CHERY

A Chery Brasil consolidou-se com a primeira fabricante chinesa de automóveis a se instalar no país, com investimento de US$ 530 milhões. O aporte contempla uma fábrica de veículos de passeio e outra de motores, ambas localizadas no Vale do Paraíba, na cidade de Jacareí (SP).

A empresa também detém o título de pioneira ao lançar o primeiro automóvel chinês com transmissão automática, o Tiggo. Atualmente são comercializados pela Chery New QQ e Celer.

22 MAR2017
Chery anuncia novos motores e carros híbridos para os próximos anos

Notícias Automotivas - Carros - 20/03/2017

A Chery anunciou o desenvolvimento de novos motores e versões híbridas para os próximos anos na China e, espera-se, em outros mercados, como o brasileiro. A montadora de Wuhu terá a partir de 2019, uma nova geração de propulsores em um programa chamado Chery 3.0. O atualmente lineup de propulsores e versões ecológicas seguirá até 2024.

A marca pretende lançar novos motores 1.0 TCI (sem injeção direta), 1.0 TGDI, 1.2 TGDI e 1.6 TGDI, que substituirão os atuais 1.5 DVVT (não vendido aqui), 1.5 TCI, 1.6 TCI e 1.6 DVVT. Além disso, a Chery irá lançar uma caixa de dupla embreagem com sete marchas para modelos de tração dianteira ou integral, bem como uma CVT de segunda geração. A opção manual de seis marchas seguirá adiante, enquanto as demais saem de cena em 2024.

Outra mudança é em relação aos híbridos. Atualmente a Chery tem modelos com tecnologia que usa sistema elétrico de 12V, motor 1.6 DVVT, câmbio CVT e um motor elétrico. A partir de 2019, a empresa utilizará um sistema de 48V com motor 1.5 TCI, transmissão de dupla embreagem com sete marchas e motor elétrico.

13 MAR2017
Novo SUV compacto da Chery é flagrado na China – Modelo chegará ao Brasil

Notícias Automotivas - Carros - 10/03/2017

Após o lançamento do Tiggo 7, a Chery prepara um segundo modelo sobre a nova plataforma modular T1X. Trata-se do projeto T17, um SUV compacto para ficar abaixo deste último. Ele será vendido no Brasil, mas a promessa é que chega somente em 2019. Em Xangai, o utilitário esportivo deve ser mostrado em definitivo.

Inspirado no Concept ß, o T17 deverá ter um porte semelhante ao HR-V ou pouco menor, com entre eixos variando de 2,56 m à 2,60 m. Além de ser uma nova opção de SUV na gama da Chery, o modelo ficará em um nível acima do Tiggo 2, evitando assim uma concorrência interna.

Nestas imagens de um flagra na China, o T17 apresenta linhas bem robustas, especialmente as colunas C, bem largas. A frente contará com faróis grandes e com projetores sobrepostos, assim como no conceito. Já a traseira tem lanternas compactas, mas com visual bem parrudo. O conjunto ótico terá LEDs diurnos e lanternas em LED.

O interior não foi mostrado, mas de acordo com o visto em outras ocasiões, terá um aspecto igualmente robusto, tendo uma grande tela de multimídia, cluster análogo-digital e volante multifuncional. Na mecânica, o Chery T17 deve servir-se de uma gama de motores que podem ir do 1.5 de 108 cv até um novo 1.5 Turbo com até 152 cv, este último usado no Tiggo 7.

13 MAR2017
New QQ: barato e com prática manutenção

Portal News - 12/03/2017

Há mais de um ano comercializando a versão importada do Chery New QQ, a fabricante Chery apresenta a versão brasileira detentora do título de um dos carros mais econômicos do Brasil. O subcompacto carrega o título de primeiro carro de uma montadora chinesa a fazer parte do ranking Car Group do Cesvi Brasil, que lista os modelos com os melhores índices de reparabilidade, ou seja, os automóveis que oferecem a melhor relação entre custo e facilidade de reparos, que impactam diretamente não só no bolso do consumidor, como também no momento do cálculo do seguro, pelas empresas seguradoras.

"O New QQ nacional chegou ao mercado com boas notícias, desbancando seus concorrentes no quesito eficiência, emissão, índice de reparabilidade e custo de seguro. São fatores que contam positivamente no momento de decisão de compra. Temos uma nova geração de QQ pronta para conquistar os consumidores mais exigentes", declara Luis Curi, vice presidente executivo da Chery Brasil.

Totalmente repaginado, interno e externamente em relação à geração anterior, o Chery New QQ é um automóvel com design moderno e inovador, com excelente espaço interno e que já vem completo de série. O compacto da Chery foi projetado e pensado para atender a padrões internacionais em todos os aspectos (potência, desempenho, performance, conforto, dirigibilidade e segurança), com atributos de última geração e com exterior e interior inovadores. Tudo isso sem abandonar o gene da família QQ, de um carro divertido e carismático. Todos estes itens fazem do New QQ um veículo completo e apaixonante, que vem para conquistar o exigente consumidor brasileiro.

6 MAR2017
Sedãs compactos: confira os mais espaçosos e o que cada um oferece

Fonte: Gazeta do Povo

O carro já ficou pequeno para a família que cresceu? Então uma boa alternativa é migrar para os sedãs. Além do porta-malas mais amplo, os modelos costumam oferecer mais espaço na cabine.

No Brasil as opções três volumes são inúmeras, especialmente no segmento de compactos, porta de entrada para quem busca subir de categoria.

Fizemos uma lista com os 10 principais modelos compactos disponíveis no mercado, classificados conforme o espaço interno. Quanto maior o entre-eixos e a largura, mais comodidade haverá para os ocupantes.

Isso significa evitar que as pernas fiquem encostando no painel ou nos bancos dianteiros (para quem vai atrás) e que haja mais folga no assento traseiro, principalmente se tiver de dividir espaço com a cadeirinha infantil.

1º RENAULT LOGAN

Entre-eixos: 2,63 m. Largura: 1,73 m. Porta-malas: 510 l.

Motor 1.0 SCe (3-cilindros): 82 cv

Câmbio: manual, 5 marchas.

Consumo (etanol/gasolina)

Cidade: 7,2/ 10,5 km/l. Estrada: 9,1/ 13,1 km/l.

Versão Authentique: R$ 47.000

Direção eletro-hidráulica; vidros elétricos dianteiros; ar-condicionado;

Versão Expression: R$ 48.950.

vidros elétricos dianteiro; sistema de som; e computador de bordo.

Motor 1.6 SCe: 118 cv.

Câmbio: manual, 5 marchas.

Consumo (e/g)

Cidade: 7,5/ 10,7 km/l. Estrada: 8,7/ 10,6 km/l.

Versão Expression: R$ 53.500.

+ alarme; tecnologia start/ stop; e central multimídia MediaNav com navegador por GPS.

Versão Dynamique: R$ 57.300.

+ retrovisores elétricos; vidros elétricos traseiros; piloto automático; volante em couro; rodas de liga aro 15; e faróis de neblina.

Câmbio Easy’R: automatizado, 5 marchas.

Consumo (e/g)

Cidade: 6,2/ 9,6 km/l. Estrada: 8,9/ 12,8 km/l.

Versão Dynamique: R$ 62.450.

+ transmissão automatizada com troca sequencial; controles de tração e de estabilidade; sensor de ré; e assistente de rampa.

2.º NISSAN VERSA

Nissan

Entre-eixos: 2,60 m. Largura: 1,69 m. Porta-malas: 460 l.

Motor 1.0 (3-cilindros): 77 cv.

Câmbio: manual, 5 marchas.

Consumo (e/ g)

Cidade: 8,8/ 12,9 km/l. Estrada: 10,5/ 15,3 km/l.

Nissan/Divulgação

Versão Conforto: R$ 46.490.

Direção elétrica; vidros elétricos; ar-condicionado; computador de bordo; alarme; aviso sonoro de luzes acesas; abertura/fechamentos das portas na chave; e retrovisores elétricos.

Versão S: R$ 49.590.

+ rodas de liga aro 15; abertura interna do porta-malas; sistema de som; e volante multifuncional.

Motor 1.6: 111 cv.

Câmbio: manual, 5 marchas.

Consumo (etanol/ gasolina)

Cidade: 8,4/ 12,6 km/l. Estrada: 10,0/ 14,4 km/l.

Nissan/Divulgação

Versão S: R$ 52.340.

Mesmos itens de versão 1.0.

Versão SV: R$ 54.990

+ bancos em camurça; cinto de segurança traseiro central de 3 pontos; e moldura cromada nas janelas.

Versão SL: R$ 61.490.

+ central multimídia com conexão internet por wi-fi , navegação por GPS e câmera traseira; volante multifuncional; ar-condicionado digital; bancos em couro (parcial); rodas de liga aro 16; acabamento black piano no painel central; faróis de neblina; e trava no cinto de segurança para cadeiras infantis.

Câmbio: CVT

Consumo (e/g)

Cidade: 7,8/ 11,6 km/l. Estrada: 7,8/ 14,1 km/l.

Versão SV: R$ 59.990.

Mesmos itens da versão SV + câmbio XTRONIC com função overdrive.

Versão SL: R$ 66.490.

Mesmos itens da versão SL + câmbio XTRONIC com função overdrive.

Versão Unique: R$ 67.990.

Mesmos itens da versão SL + ponteira de escapamento cromada e aerofólio.

3.º TOYOTA ETIOS SEDAN

Entre-eixos: 2,55 m. Largura: 1,69 m. Porta-malas: 562 l.

Rafael Munhoz/Divulgação

Motor 1.5: 107 cv.

Câmbio: manual, 6 marchas.

Consumo (e/g)

Cidade: 8,5/ 12,5 km/l. Estrada: 10,3/ 15,0 km/l.

Rafael Munhoz/Divulgação

Versão X: R$ 50.690.

Direção elétrica; ar-condicionado; vidros elétricos; retrovisores elétricos; painel digital; abertura/fechamento das portas na chave; Isofix; aviso de portas abertas, luzes acesas e cinto de segurança desafivelado; e cinto de segurança traseiro central de três pontos.

Versão XS: R$ 53.990.

+ computador de bordo; abertura interna do por porta-malas; e sistema de som.

Câmbio: automático, 4 marchas.

Consumo (e/g)

Cidade: 8,4/ 12,2 km/l. Estrada: 10,4/ 14,9 km/l.

Rafael Munhoz

Versão X: R$ 55.590.

Mesmos itens da versão manual.

Versão XS: 58.890.

Mesmos itens da versão manual.

Versão XLS: R$ 64.190.

+ roda de liga aro 15; faróis de neblina; e piloto automático.

Versão Platinum: R$ 68.390.

+ aerofólio traseiro; saias laterais; rodas de liga aro 15 com desenho esportivo; grade com design exclusivo; bancos em couro sintético; sensor de estacionamento; e central multimídia com TV digital, DVD, navegação por GPS e câmera de ré.

4.º CHEVROLET PRISMA

Entre-eixos: 2,53 m. Largura: 1,70 m. Porta-malas: 500 l.

Motor 1.0: 80 cv.

Câmbio: manual, 6 marchas

Consumo (etanol/gasolina)

Cidade: 8,9/ 13, 1 km/l. Estrada: 10,8/ 15,8 km/l.

Versão de entrada: Joy - manteve o visual antigo.Chevrolet/Divulgação

Versão Joy (entrada): R$ 44.490

Direção elétrica; ar-condicionado; vidros elétricos dianteiros; aviso sonoro do cinto de segurança do motorista; tecnologia OnStar; e monitoramento de pressão de pneus.

Versão de entrada: Joy - manteve o visual antigo.Chevrolet/Divulgação

Motor 1.4: 106 cv.

Câmbio: manual, 6 marchas.

Reestilização em 2016 deixou o Prisma deu um novo fôlego para se manter entre os mais vendidos no país.Chevrolet/Divulgação

Versão LT: R$ 54.890.

+ alarme; detalhes cromados no interior; faróis com máscara negra; chave canivete com controle remoto (portas, porta-malas e vidros); sensor de ré; volante multifuncional; sistema multimídia MyLink com espelhamento para smartphones.

Versão LTZ: R$ 59.990

Reestilização em 2016 deixou o Prisma deu um novo fôlego para se manter entre os mais vendidos no país.Chevrolet/Divulgação

+ faróis de neblina; retrovisores elétricos; luz diurna em led; rodas de liga aro 15; câmera de ré; computador de bordo; sistema de navegação por GPS; e vidros elétricos traseiros.

Opcionais

Pacote R8K (R$ 6.000): piloto automático e câmbio automático de seis marchas*.

*Consumo (e/g) - Cidade: 8,1/ 11,9 kml. Estrada: 10,2/ 14,7 km/l.

5.º CHERY CELER

Entre-eixos: 2,58 m. Largura: 1,69 m. Porta-malas: 450 l.

Motor 1.5: 113 cv.

Câmbio: manual, 5 marchas.

Consumo

Cidade: 6,3/ 9,2 km/l. Estrada: 7,8/ 11,4 km/l.

Versão de entrada: R$ 39.490.

Direção hidráulica; ar-condicionado; sistema de som; faróis com ajuste de altura elétrico; vidros elétricos; retrovisores elétricos; aerofólio traseiro; abertura interna do porta-malas; aviso sono do cinto de segurança desafivelado e de porta aberta; sensor de ré; e abertura/fechamento das portas na chave.

Versão ACT: R$ 41.490.

+ alarme; rodas de liga aro 15; e faróis de neblina.

6.º FIAT GRAND SIENA

Fiat lançou em 2016 o Grand Siena com motorização 1.0, tirando o espaço do Siena, que está à beira da aposentadoria.Fiat/Divulgação

Entre-eixos: 2,51 m. Largura: 1,70 m. Porta-malas: 520 l.

Motor 1.0: 75 cv.

Câmbio: manual, 5 marchas.

Consumo (e/g)

Obs: Não aferido pelo Inmetro.

Versão Attractive: R$ 43.590

Principais itens de série

Direção hidráulica, alertas de limite de velocidade; ar-condicionado; computador de bordo; vidros elétricos dianteiros.

Opcionais

Kit Creative 1 (R$ 1.500): retrovisores elétricos com tilt down; vidros elétricos traseiros; entre outros.

Kit Creative 2 (R$ 2.100): sistema de som e sensor de ré.

Motor 1.4: 88 cv.

Câmbio: manual, 5 marchas.

Consumo (e/g)

Cidade: 7,7/ 11,2 km/l. Estrada: 9,0/ 13,1 km/l.

A configuração Essence, topo da gama, traz faróis com máscara cinza e grade com filetes também na cor cinza.Fiat/Divulgação

Versão Attractive: R$ 50.750

Acrescenta chave canivete com controle remoto (portas, porta-malas e vidros); faróis de neblina; e abertura elétrica do porta-malas.

Opcionais

Kit Creative 1 (R$ 5.209): alarme; sistema de som; retrovisores elétricos com tilt down; roda de liga aro 16; sensor de ré; vidros elétricos traseiros; volante multifuncional; entre outros.

Motor 1.6: 117 cv.

Câmbio: manual, 5 marchas.

Consumo (e/g)

Cidade: 6,9/ 10,1 km/l. Estrada: 8,3/ 12,6 km/l.

Versão Essence: R$ 55.950

Adiciona roda de liga aro 16; sistema de som; vidros elétricos traseiros; e comandos do som no volante.

Opcionais

Kit Creative 1 (R$ 2.299): alarme; retrovisores elétricos com tilt down; e sensor de ré.

Kit Dualogic 1 (R$ 4.324): câmbio automatizado dualogic plus*; rodas de liga aro 16 exclusivas; piloto automático; e borboletas no volante para troca manual de marcha.

*Consumo (e/g) - Cidade: 7,0/ 10,1 km/l. Estrada: 8,3/ 12,4 km/l.

Kit Sublime (R$ 5.463): alarme; bancos parcialmente em couro; faróis com máscara cinza metalizado; retrovisores elétricos em cinza metalizado com tilt down; sensor de ré; entre outros.

7.º HYUNDAI HB20S

A versão topo Premium vem com luz diurna em led.

Entre-eixos: 2,50 m. Largura: 1,68 m. Porta-malas: 450 l.

Motor 1.0 (3-cilindros): 80 cv.

Câmbio: manual, 5 marchas

Consumo (e/g)

Cidade: 8,5/ 12,0 km/l. Estrada: 9,8/ 14,0 km/l.

Versão Comfort Plus: R$ 50.065

Principais itens de série

Direção hidráulica; ar-condicionado; alarme; chave canivete com controle remoto (portas e porta-malas); computador de bordo; faróis com máscara negra; Isofix; sistema de som; volante multifuncional; e retrovisores e vidros elétricos.

Motor 1.0 Turbo: 105 cv.

A motorização turbo rende 105 cv.

Câmbio: manual, 6 marchas.

Consumo (e/g)

Obs: não aferido pelo Inmetro.

Versão Comfort Plus: R$ 54.065.

Mesmos itens da versão 1.0.

Versão Comfort Plus blueMedia: R$ 56.765.

+ central multimídia com espelhamento de smartphone.

Motor 1.6: 128 cv.

Câmbio: manual, 6 marchas.

Consumo (e/g)

Cidade: 8,1/ 11,5 km/l. Estrada: 9,8/ 14,0 km/l.

Versão Comfort Plus: R$ 56.615.

Mesmos itens da versão 1.0.

Versão Comfort Plus blueMedia: R$ 59.315.

Mesmo item da versão 1.0 Turbo.

Motor 1.6: 128 cv.

Câmbio:automático, 6 marchas.

Consumo (e/g)

Obs.: não aferido pelo Inmetro.

Versão Comfort Plus: R$ 61.115.

Mesmos itens da versão 1.0

Versão Comfort Plus blueMedia: R$ 63.815

Mesmo item da versão 1.0 Turbo.

Versão Premium: R$ 67.465.

+ abertura/ fechamento dos vidros pela chave; acendimento automático dos faróis; airbag lateral; alerta sonoro do cinto de segurança; ar-condicionado digital; faróis com luz diurna em led; retrovisores com rebatimento elétrico; rodas de liga aro 15; e sensor de ré.

Versão Premium blueMedia: R$ 71.175.

+ central multimídia com espelhamento de smartphone e pacote Grey Leather: bancos e painéis das portas dianteiras em couro cinza.

8.º FORD KA+

Entre-eixos: 2,49 m. Largura: 1,69 m. Porta-malas: 445 l.

Motor 1.0 (3-cilindros): 85 cv

Câmbio: manual, 5 marchas.

Consumo (e/g)

Cidade: 9,3/ 13,2 km/l. Estrada: 10,7/ 15,3 km/l.

Versão SE: R$ 46.790.

Direção elétrica, ar-condicionado; vidros elétricos dianteiros; sistema de som; faróis de neblina; chave canivete com controle remoto (portas, porta-malas e vidros); Isofix; abertura elétrica do porta-malas; e cinto de segurança central traseiro de 3 pontos.

Versão SE Plus: R$ 49.490

+ central multimídia Sync Media; assistência de emergência e vidros elétricos traseiros.

Versão SEL: R$ 53.590

+ controles de estabilidade e de tração; assistente de partida em rampa; retrovisores elétricos; rodas de liga leve aro 15; computador de bordo; e alarme.

Motor 1.5: 110 cv

Câmbio: manual, 5 marchas.

Consumo (e/g)

Cidade: 8,1/ 11,7 km/l. Estrada: 9,6/ 13,8 km/l.

Versão SE Plus 1.5: R$ 51.290.

Mesmos itens da versão 1.0.

Versão SEL 1.5: R$ 53.790.

Mesmos itens da versão 1.0.

Versão SEL Plus: R$ 60.690.

+ bancos em couro e sensor de ré.

9.º VOLKSWAGEN VOYAGE

Entre-eixos: 2,46 m. Largura: 1,65 m. Porta-malas: 480 l.

Motor 1.0 (3-cilindros): 82 cv.

Câmbio: manual, 5 marchas.

Consumo (e/g)

Obs.: não aferido pelo Inmetro.

Versão Trendline: R$ 45.350.

Direção hidráulica; alerta sonoro de faróis acesos; e vidros dianteiros elétricos.

Opcionais

Ar-condicionado (R$ 3.040); sistema de som (R$ 918); e sistema de som com espelho do celular (R$ 1.924).

Versão Comfortline: R$ 50.922.

+ ar-condicionado; computador de bordo; faróis de neblina; e sistema de som.

Opcionais

Pacote Urban completo (R$ 3.693): alarme; sensor de ré; I-System com Eco-Comfort (computador de bordo); chave canivete com tele comando (abertura/fechamento das portas e porta malas); retrovisores elétricos com tilt down; rodas de liga aro 15; e vidros elétricos traseiros.

Interatividade Composition Touch (R$ 1.210): I-System com Eco-Comfort (computador de bordo); sistema de entretenimento com espelhamento do celular; e volante multifuncional.

Navegação (R$ 2.583): central multimídia com comando de voz, navegação por GPS e App-Connect; volante multifuncional.

Motor 1.6: 104 cv.

Câmbio: manual, 5 marchas.

Consumo (e/g)

Cidade: 8,0/ 11,6 km/l. 9,9/ 14,1 km/l.

Cidade: 7,9/ 11,5 km/l. 10,0/ 14,5 km/l (Trendline).

Versão Trendline: R$ 48.779.

Mesmos itens e opcionais da versão 1.0.

Versão Comfortline: R$ 54.459.

Mesmos itens e opcionais da versão 1.0.

Versão Highline: R$ 60.327.

+ retrovisores elétricos com tilt down; grade com detalhes cromados; pedaleira esportiva; roda de liga aro 15; sistema de entretenimento Composition Touch; e volante multifuncional.

Opcionais

Pacote completo (R$ 3.987): piloto automático; retrovisor interno antiofuscante; bancos em couro sintético; rodas de liga aro 16; sensor de chuva; e acendimento automático dos faróis.

Módulo navegação (R$ 1.988): central multimídia Discover Media com comando de voz, navegação por GPS e App-Conect.

Câmbio i-Motion: automatizado, 5 marchas.

Consumo

Obs.: não aferido pelo Inmetro.

Versão Comfortline: R$ 57.892.

Mesmos itens e opcionais da versão 1.6 manual.

Pacote Urban completo + roda de liga aro 16 (R$ 4.014)

Interatividade com navegação (R$ 2.583): central multimídia Discover Media com comando de voz, navegação por GPS e App-Conect e volante multifuncional com I-System.

Versão Highline: R$ 63.760.

Mesmos itens e opcionais da versão 1.6 manual.

10.º JAC J3 TURIN

Entre-eixos: 2,40 m. Largura: 1,65 m. Porta-malas: 490 l.

Motor 1.5: 127 cv.

Câmbio: manual, 5 marchas.

Consumo

Cidade: 6,5/ 9,7 km/l. Estrada: 8,4/ 12,5 km/l.

Versão S

Pack 1 (R$ 41.990)

Direção hidráulica; ar-condicionado; volante multifuncional; vidros elétricos dianteiros; retrovisores elétricos; e faróis com regulagem elétrica de altura.

Pack 2 (R$ 43.990)

+ rodas de liga aro 15; película de proteção solar; abertura/fechamento das portas na chave; alarme; sensor de ré; faróis de neblina; vidros elétricos traseiros; e sistema de som.

Pack 3 (R$ 45.990)

+ bancos em couro.

7 FEV2017
LISTA: veja os 10 carros zero mais baratos do Brasil

O ano de 2016 causou reviravolta na lista dos carros mais "baratos" à venda no Brasil. Primeiro, por marcar o fim da produção de 3 modelos veteranos: Fiat Palio Fire, Chevrolet Classic e Renault Clio, o último a sair de cena.

Também no ano passado a chinesa Geely, responsável pelo compacto GC2, que custava menos de R$ 30 mil, encerrou suas atividades no país.

Assim, a atual relação dos carros novos mais baratos do Brasil tem modelos mais caros (e modernos).

Na comparação com o último levantamento feito pelo G1, em agosto passado, a lista agora só tem 2 carros abaixo de R$ 35 mil - eram 6 antes. E o décimo colocado já esbarra na faixa dos R$ 40 mil.

Veja os carros zero mais baratos à venda no mercado brasileiro:

Chery QQ: R$ 31.290

Motor: 3 cilindros, 1.0, 69 cv

Principais itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, rádio, vidros e travas elétricos.

A Chery não mudou o preço do QQ na comparação com o último levantamento, de agosto de 2016. A única novidade é que o subcompacto agora é feito no Brasil. Se o cliente preferir, ainda há uma versão mais equipada, com vidros elétricos traseiros, sensor de ré e rodas de liga leve por R$ 33.690.

Fiat MobiEasy: R$ 33.030

Motor: 4 cilindros, 1.0, 75/73 cv

Principais itens de série: calotas, "brake light", apoios de cabeça traseiros, banco traseiro bipartido e tampa do porta-malas de vidro.

Nesta configuração de entrada do Mobi, o motor é o velho 1.0 Fire. O novo 1.0 de 3 cilindros, Firefly, só é oferecido atualmente na intermediária Drive. Além disso, essa opção mais barata do hatch sofre com a escassa lista de itens de série: não tem nem ar-condicionado ou direção hidráulica.

Volkswagen Take Up 2 portas: R$ 35.560

Motor: 3 cilindros, 1.0, 82/75 cv

Principais itens de série: calotas, banco do motorista com regulagem de altura, chave tipo canivete, limpador e desembaçador traseiro, apoios de cabeça traseiros e fixação Isofix.

Dono do projeto mais moderno da lista, o compacto tem a seu favor o bom resultado no teste de colisão do Latin NCap. Além disso, tem um dos melhores consumos de combustível do país. O problema é que, assim como o Gol, só possui duas portas. Para ter mais dois acessos traseiros, o custo fica R$ 2.430 mais alto. Também carece de outros itens básicos.

Volkswagen Gol Trendline 2 portas: R$ 36.550

Motor: 3 cilindros, 1.0, 82/75 cv

Principais itens de série: direção hidráulica, travas e vidros elétricos e rádio com Bluetooth.

O Gol segue na lista dos mais baratos do país com sua versão de duas portas. Nela já há alguns itens de série interessantes, mas falta o ar-condicionado. Curiosamente, o opcional das portas traseiras é mais barato do que no Up: custa R$ 2.040.

Jac J2: R$ 36.990

Motor: 4 cilindros, 1.4, 113 cv

Principais itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos, sensor de ré e rádio.

O menor veículo da chinesa Jac é também o mais barato da marca. Equipado com motor de 114 cavalos, mas pesando pouco mais de 900 kg, ele tem desempenho convincente - talvez o melhor da lista. Por outro lado, não é uma boa opção para quem precisa de espaço interno.

Lifan 530: R$ 37.990

Motor: 4 cilindros, 1.5, 103 cv

Principais itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos, sensor de ré, fixação Isofix e rádio.

O sedã chinês é bem equipado mesmo nesta versão, que é a básica. O motor de 103 cv empurra bem o modelo, mas a dirigibilidade não é seu forte. Fora isso, o visual moderno e o espaço interno agradam.

Chery Celer Hatch: R$ 38.490

Motor: 4 cilindros, 1.5, 113 cv

Principais itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos, sensor de ré e rádio.

O hatch compacto aposta em motor acima de 1.0, espaço interno e lista de equipamentos completa para agradar. De quebra, custa mais de R$ 10 mil a menos do que os concorrentes diretos, como Chevrolet Onix 1.4 e Hyundai HB20 1.6. Mesmo com a evolução do modelo nacional em relação ao chinês, ainda deve um pouco em refinamento, fato atenuado pelo bom preço de compra.

Chery Celer Sedan: R$ 39.490

Motor: 4 cilindros, 1.5, 113 cv

Principais itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos, sensor de ré e rádio.

Por R$ 1 mil a mais do que o hatch, é possível levar para a casa a versão sedã do Celer. Ela é 14 cm mais comprida, diferença que reflete no tamanho do porta-malas. São 450 litros, contra 380 litros do compartimento do hatch. Na lista de equipamentos e nas especificações técnicas, os dois modelos são idênticos. O visual do sedã, porém, é mais controverso, com uma traseira de gosto duvidoso.

Jac J3S: R$ 39.990

Motor: 4 cilindros, 1.5, 127 cv

Principais itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos.

O hatch da Jac tem uma versão básica. Apesar de ser vendido sem rádio e com calotas, há ar-condicionado e direção assistida de série. O motor 1.5 de quase 130 cv garante um bom desempenho, aliado ao espaço interno compatível com a categoria.

Nissan March 1.0 Conforto: R$ 39.990

Motor: 3 cilindros, 1.0, 77 cv

Principais itens de série: ar-condicionado e direção elétrica.

Empatada com o Jac J3S, a versão de entrada do March fica pouco abaixo dos R$ 40 mil. Na comparação com o chinês, perde em itens de série e no desempenho, já que tem motor 1.0. Mas tem grande vantagem na desvalorização e no consumo de combustível. Esta versão traz calotas e maçanetas externas na cor preta.

17 JAN2017
Os carros mais baratos de consertar do Brasil

MSN Brasil - 13/01/2017

Os carros mais baratos de consertar do Brasil

1/9 SLIDES © JF Diorio/Estadão

VW UP! - 10 PONTOS

O CESVI Brasil revelou os resultados da última pesquisa Car Group, que mediu a relação entre custo e facilidade de reparação de vários carros à venda no Brasil. Quanto menor o número apontado, mais fácil e barato é o conserto no caso de acidente. Além disso, o índice também aponta a facilidade de causar danos mais extensos em batidas simples, por exemplo. Estes são os melhores colocados no ranking. Confira! Foto: JF Diorio/Estadão

2/9 SLIDES © Divulgação

VW UP! - 10 PONTOSO CESVI Brasil revelou os resultados da última pesquisa Car Group, que mediu a relação entre custo e facilidade de reparação de vários carros à venda no Brasil. Quanto menor o número apontado, mais fácil e barato é o conserto no caso de acidente. Além disso, o índice também aponta a facilidade de causar danos mais extensos em batidas simples, por exemplo. Estes são os melhores colocados no ranking. Confira! Foto: JF Diorio/EstadãoO CESVI Brasil revelou os resultados da última pesquisa Car Group, que mediu a relação entre custo e facilidade de reparação de vários carros à venda no Brasil. Quanto menor o número apontado, mais fácil e barato é o conserto no caso de acidente. Além disso, o índice também aponta a facilidade de causar danos mais extensos em batidas simples, por exemplo. Estes são os melhores colocados no ranking. Confira! Foto: JF Diorio/Estadão (Foto: © JF Diorio/Estadão)

VW FOX - 16 PONTOS.. (Foto: © Divulgação)

CITROËN C3 - 17 PONTOS.. (Foto: © Márcio Fernandes/Estadão)

TOYOTA ETIOS SEDÃ - 17 PONTOS.. (Foto: © Divulgação)

VW SPACEFOX - 18 PONTOS.. (Foto: © Divulgação)

VW GOL - 19 PONTOS.. (Foto: © Márcio Fernandes/Estadão)

TOTYOTA ETIOS HATCH - 20 PONTOS.. (Foto: © Sergio Castro/Estadão)

PEUGEOT 208 - 20 PONTOS.. (Foto: © Nilton Fukuda/Estadão)

CHERY QQ - 21 PONTOS.. (Foto: © Divulgação)

17 JAN2017
Futuro brasileiro, novo Chery Tiggo 2 é lançado no Chile

Fonte> http://br.motor1.com/news/133696/futuro-brasileiro-chery-tiggo-2-e-lancado-no-chile/

POR: JULIO CESAR, Editor

SUV compacto chega ao país sul-americano com motor 1.5 e três versões

Aguardado no Brasil ainda no primeiro semestre deste ano, o novo Chery Tiggo 2 acaba de ser lançado no Chile. Importado da China, o "mini SUV" chega ao país andino em três versões de acabamento e sempre equipado com o motor 1.5. Os preços variam de CLP $7.990.000 a CLP $9.190.000, (R$ 39.010) a (R$ 44.800).

Embora utilize a plataforma do hatchback Celer, o Tiggo 2 tem design próprio e bem moderno. Foi criado pelo time de designers liderados por James Hope (ex - GM/Ford/Chrysler), Hakan Sarakoglu (ex-Porsche) e Sergio Loureiro (ex-BMW e PSA).

Sob o capô, o motor 1.5 de 106 cv e 13,8 kgfm de torque a gasolina é o mesmo que estará no modelo nacional, que será flex. Em termos de equipamentos, dependendo da versão, destaque para o revestimento em couro, central multimídia com tela de 8", Mirror Link, câmera auxiliar traseira e volante multifuncional, entre outros.

11 JAN2017
Brasileiro não quer mais carro 1.0 "pelado"; conheça os 5 mais completinhos

Fonte: https://carros.uol.com.br/noticias/redacao/2017/01/06/brasileiro-nao-quer-mais-carro-10-pelado-conheca-os-5-mais-completinhos.htm

Carros de entrada mais recheados são cada vez mais procurados

Segundo dados da consultoria Jato Dynamics, em 2016 foram comercializados no Brasil mais de 360 mil automóveis 1.0 equipados com ar-condicionado, direção assistida e trio elétrico (travas, vidros elétricos e alarme, embora muitos considerem retrovisores com ajuste elétrico como o terceiro elemento do trio) -- cerca de 70% do total de carros vendidos com essa motorização.

Essa é uma prova que o consumidor brasileiro não quer mais veículos "pelados" e busca um mínimo de conforto ao adquirir um zero-quilômetro. Em tempos de crise e alta na inflação e nos preços, a percepção é de que o comprador espera levar maior valor agregado para compensar o gasto, que na média fica entre R$ 35 mil e R$ 45 mil.

As montadoras estão atentas a isso, tanto que modelos mais antigos e menos equipados vêm saindo de linha, dando lugar a projetos mais modernos. Os exemplos são claros: somente neste ano, a Chevrolet deixou de vender o Classic, baseado na primeira geração do Corsa nacional, para se concentrar no Onix; a Fiat recentemente deixou de fabricar o Palio Fire para dar lugar ao Mobi -- o Palio ainda é oferecido no site da Fiat, mas as vendas estão concentradas a frotistas, por encomenda.

De olho nessa tendência, UOL Carros destaca os carros mais baratos equipados, pelo menos, com ar-condicionado, direção assistida e trio elétrico, pacote que traz os itens de conforto mais desejados pelos clientes. Nessa seleção, consideramos exclusivamente os preços sugeridos pelas fabricantes de cada modelo, sem levar em conta eventuais descontos e promoções oferecidos em negociações nas concessionárias nem modelos com motor maior que 1 litro (como os chineses da JAC ou o Chery Celer, por exemplo).

1. Chery QQ Look

Divulgação imagem: Divulgação

O carro mais barato do Brasil é de origem chinesa e segue a tradição daquele país de aliar preço competitivo a um bom pacote de equipamento. Ele oferece dimensões bastante compactas, ideais para uso urbano, garantia de cinco anos e fabricação nacional, em Jacareí (SP), mas é importante lembrar que a rede de concessionárias pequena na comparação com marcas tradicionais e que o motor só bebe gasolina.

  • + Preço: R$ 31.290
  • + Motor: 1.0 de três cilindros a gasolina, 69 cv e 9,4 kgfm de torque
  • + Câmbio: manual de cinco marchas
  • + Principais equipamentos: direção hidráulica, ar-condicionado, travas e vidros elétricos dianteiros, som com entrada USB, faróis com ajuste elétrico, computador de bordo, abertura e fechamento das portas por telecomando, banco traseiro rebatível e apoios de cabeça nos bancos traseiros
  • + Garantia: cinco anos

2. Fiat Mobi Like

Murilo Góes/UOL imagem: Murilo Góes/UOL

Lançado em abril do ano passado, o subcompacto é 25 cm mais curto que o Uno, com o qual compartilha plataforma. Para levar um carro mais equipado, com os equipamentos requisitados na elaboração deste ranking, é preciso esquecer as versões de entrada Easy e Easy On e partir direto para a intermediária Like, que traz de série o ar-condicionado e as travas e vidros dianteiros elétricos. Essa configuração, bem como a maioria das versões, ainda é movida pelo antigo motor 1.0 Fire flex, de quatro cilindros -- apenas a nova versão Drive conta com o moderno motor 1.0 Firefly de três cilindros e 77 cv, que proporciona maior economia de combustível -- custa R$ 39.870 e seria a quarta colocada, mas foi removida para não haver repetição de modelo.

  • + Preço: R$ 38.470
  • + Motor: 1.0 de quatro cilindros, flex, 75 cv e 9,9 kgfm de torque (etanol)
  • + Câmbio: manual de cinco marchas
  • + Principais equipamentos: direção hidráulica, ar-condicionado, travas e vidros dianteiros elétricos, computador de bordo, volante com regulagem de altura, sinalização em caso de frenagem de emergência, limpador e desembaçador traseiros, banco traseiro bipartido e rebatível, indicador de troca de marchas, abertura interna do porta-malas e do tanque de combustível
  • + Garantia: três anos

3. Volkswagen Gol Trendline (duas portas)

Divulgação imagem: Divulgação

Enquanto não chega a nova geração, esperada para 2018, o Gol assumiu o papel de modelo de entrada da Volkswagen, com preços mais em conta até que os do up! e oferecendo mais espaço interno. A versão Trendline equipada com ar-condicionado (opcional) ainda é cerca de R$ 1.000 mais barata que o up! com praticamente a mesma lista de equipamentos. A geração atual foi reestilizada em fevereiro do ano passado, quando ganhou novo interior, parecido com o do Fox.

  • + Preço: R$ 38.900
  • + Motor: 1.0 de três cilindros, flex, 82 cv e 10,4 kgfm de torque (etanol)
  • + Câmbio: manual de cinco marchas
  • + Principais equipamentos: direção hidráulica, ar-condicionado, travas e vidros dianteiros elétricos, banco do motorista com regulagem de altura, alerta de frenagem de emergência
  • + Garantia: três anos

4. Volkswagen take up! (duas portas)

Murilo Góes/UOL imagem: Murilo Góes/UOL

O up! foi apontado pelo Latin NCAP como um dos compactos mais seguros do Brasil, trazendo de série ganchos Isofix para fixação de cadeirinhas infantis nos bancos traseiros e reforços estruturais para resistir bem a impactos. Apesar dos apenas 3,60 m de comprimento, traz entre-eixos apenas 5 cm mais curto que o do Gol, oferecendo espaço interno surpreendente para seu tamanho -- ele também conta com mesma capacidade de porta-malas que o irmão maior, de 285 litros. Para contar com ar-condicionado e direção elétrica, a versão de entrada take (R$ 35.190) precisa ser equipada com o pacote "Completo", que custa R$ 4,8 mil.

  • + Preço: R$ 39.990
  • + Motor: 1.0 de três cilindros, flex, 82 cv e 10,4 kgfm de torque (etanol)
  • + Câmbio: manual de cinco marchas
  • + Principais equipamentos: direção elétrica, ar-condicionado, travas, vidros dianteiros e retrovisores elétricos, volante com regulagem de altura, preparação para som, abertura interna do porta-malas, porta-copos, porta-revistas
  • + Garantia: três anos

5. Chevrolet Onix Joy

Divulgação imagem: Divulgação

Custa R$ 40.290 e traz de série ar-condicionado, direção elétrica, vidros dianteiros elétricos -- e até um sensor de monitoramento da pressão dos pneus --, mas não conta com travas elétricas, oferecidas como acessório de concessionária em um pacote que inclui alarme e central multimídia MyLink, que faz o preço encostar em R$ 44,5 mil.

  • + Preço: R$ 40.290
  • + Motor: 1.0 de quatro cilindros, flex, 80 cv e 9,8 kgfm de torque (etanol)
  • + Câmbio: manual de seis marchas
  • + Principais equipamentos: direção elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos dianteiros, indicador de troca de marchas, desembaçador traseiro com temporizador, banco traseiro rebatível e sistema de monitoramento de pressão dos pneus
  • + Garantia: três anos
2 JAN2017
Chery Brasil Apresenta sua Nova Campanha de Natal

Em parceria com a Penalty e a Tip Top, marca promove a entrega de presentes em instituições

A Chery Brasil acaba de estrear sua nova campanha, a “Chery Christmas”. Em parceria com as marcas Tip Top e Penalty, a fabricante se baseou no conceito “Troque desejar felicidade, por fazer acontecer” para levar alegria em dobro a duas instituições, o Projeto Vulcão e a ONG Amparo Maternal.

Na ação, 60 bolas da Penalty foram entregues ao Projeto Vulcão, uma entidade que oferece diversas atividades para crianças, jovens, adultos e idosos na cidade de Sumaré (SP). Além disso, a Chery e a Tip Top levaram até a Amparo Maternal, instituição que auxilia até 7.000 mães todo ano, diversos kits com roupas de bebê.

“Entendemos a importância dessas ações, principalmente como oportunidade de levar até as pessoas um presente especial, uma mensagem de solidariedade e os melhores votos de alegria para o novo ano que se inicia”, afirma Luis Curi, vice presidente executivo da Chery Brasil.

A campanha conta com um vídeo publicitário, onde é mostrado o momento em que um Papai Noel faz uma surpresa para as entidades e leva até elas os presentes oferecidos. A ação terá veiculação nas plataformas on line da Chery Brasil.

Links com os vídeos da campanha:

Sobre a Chery

A Chery Brasil consolidou-se como a primeira fabricante chinesa de automóveis a instalar indústria no país, com investimento de US$ 530 milhões.

Sua fábrica, que completou dois anos em agosto, está localizada no Vale do Paraíba, na cidade de Jacareí (SP) e conta com cerca de 500 colaboradores. Atualmente produz os modelos Celer – hatch e sedan – e New QQ.

26 DEZ2016
Dois Representantes do Marketing da Chery Brasil estão Presentes na M-List 2017

Weibin He, diretor de marketing, e Thiago Marques, supervisor de marketing da Chery Brasil, fazem parte do guia da M-List 2017, publicação anual que identifica os principais e mais influentes profissionais de marketing das 500 maiores empresas do mercado nacional.


Thiago Marques, supervisor de Marketing, e Weibin He, diretor de Marekting

Publicada pela agência Gume, e com o apoio da Associação Brasileira de Anunciantes (ABA), o material levou em conta a estrutura de marketing das 300 maiores anunciantes do Brasil do Ibope Monitor, além do peso significativo das empresas nos dez principais setores da economia nacional, a partir de cruzamento com rankings de publicações como Exame Melhores & Maiores e Valor 1000.

O projeto considera os executivos pelo poder de decisão por nível hierárquico com cargo, formação acadêmica, áreas sob sua responsabilidade, liderança a quem responde e serviços que contrata. O levantamento foi realizado entre os dias 01 de agosto e 30 de setembro de 2016.

Sobre a Chery

A Chery Brasil consolidou-se como a primeira fabricante chinesa de automóveis a instalar indústria no país, com investimento de US$ 530 milhões.

Sua fábrica, que completou dois anos em agosto, está localizada no Vale do Paraíba, na cidade de Jacareí (SP) e conta com cerca de 500 colaboradores. Atualmente produz os modelos Celer – hatch e sedan – e New QQ.

24 NOV2016
Nova esperança chinesa: Chery apresenta o Tiggo 2 no Brasil (concorrente do Honda WR-V)

Carnow - Portal Automotivo - 23/11/2016

O sucesso do mercado dos SUVs realmente tem sido espetacular em todo o mundo nos últimos anos. Seguindo nessa tendência, também surgiram uma série de crossovers com o objetivo de terem aparências de “jipinhos”. Com a chegada do Ford Ecosport ao mercado na década passada, as fabricantes começaram a olhar para o segmento dos SUVs compactos. Essa fase promete esquentar agora, com a chegada ao mercado de veículos como o novo Chery Tiggo 2 e Honda WR-V (que você já viu aqui no AutoVídeos).

Agora vamos focar na novidade chinesa que pode ser uma grande esperança para os planos da Chery no Brasil, inclusive considerando que a marca possui fábrica local na cidade de Jacareí (SP). O Tiggo 2 chegará no primeiro semestre de 2017, mesma época em que será lançado na China.

Ele provavelmente terá um preço bastante competitivo, valendo-se do seu motor 1.5, flex, e câmbio manual de 5 marchas. Em um momento posterior, é provável que seja adotada a opção de câmbio automático, algo bastante valorizado pelos clientes desse segmento. Vale destacar também que utilizará a mesma plataforma do Celer.

Veja agora as imagens exclusivas, gravadas por nós do AutoVídeos, no Salão do Automóvel, onde o Tiggo 2 foi a grande estrela no estande da Chery. O que você achou da novidade?

Este post - Nova esperança chinesa: Chery apresenta o Tiggo 2 no Brasil (concorrente do Honda WR-V) - apareceu primeiro em AutoVídeos.

17 NOV2016
Chery e Lifan tentam "virar a página" das chinesas com Tiggo 2 e X60 CVT

UOL - Salão de São Paulo - 16/11/2016

SUVs mudam no Salão de SP para fazer marcas voltarem a crescer

O cenário do mercado brasileiro em 2014 soava mais promissor para as fabricantes chinesas do que agora. Tanto que na edição daquele ano do Salão do Automóvel quatro delas estavam presentes: JAC, Chery, Lifan e Geely.

Para o evento de 2016 ficaram apenas duas, Chery e Lifan, sendo que somente a primeira realizou coletiva de imprensa para jornalistas. A JAC, em situação financeira delicada, não topou bancar o investimento milionário exigido pela mostra. Já a Geely deixou o país.

É a clara evidência de que a crise foi mais severa para as chinesas, que tiveram de trocar os planos ambiciosos de anos atrás por alternativas mais realistas. Atualmente só a Chery cumpriu a promessa de abrir uma fábrica em território brasileiro, em Jacareí (SP), embora operando com módicos 10% da capacidade de 50 mil carros/ano.

"O mercado automotivo está muito ruim. Lembro que o mercado projetava para uma produção de quase 4 milhões de veículos por ano para 2017, e caímos para metade disso", avaliou Luís Curi, diretor e vice-presidente da Chery no Brasil.

"No caso específico das chinesas, a situação foi duplamente mais difícil, porque ainda são marcas sem tradição e reconhecimento no comércio internacional", completou.

X60 chega ao Brasil de cara nova (lanternas melhoraram, mas grade ficou poluída) e, enfim, com versão que dispensa o pedal da embreagem imagem: Murilo Góes/UOL

Chery tenta mudar o jogo

Sem malabarismos ou audácia exagerada, a nova estratégia é seguir o caminho que já está dando certo para se reerguer. No caso da Chery, que já fabrica nacionalmente a família Celer (hatch e sedã) e o subcompacto QQ, a aposta será no "mini-SUV" (que está mais para um hatch altinho aventureiro ou crossover, ao estilo de Honda WR-V) Tiggo 2.

Apresentado como segunda geração do atual Tiggo (embora seja parte de um projeto totalmente diferente, por ter porte menor e ser feito sobre a plataforma do Celer), o Tiggo 2 será lançado no primeiro semestre de 2017, também com produção em Jacareí.

Visual é muito mais atraente que o do quadradão Tiggo 3: traços dianteiros e traseira vincada lembram carros coreanos, com direito a presença de luzes de posição (em dois tons na versão de topo) e diurna em LED, além de guia com diodos também nas lanternas.

Acabamento interno não deve em nada ao de hatches compactos brasileiros; faixas em laranja remetem ao Onix Activ e servem de chamariz para consumidores de gosto mais extravagante imagem: Murilo Góes/UOL Motor 1.5 flex de quatro cilindros da família Acteco já é conhecido do Celer, mas será recalibrado para chegar a 109/113 cv (gasolina/etanol), o que ainda pode ser pouco para mover os 1.229 kg do carro (peso em ordem de marcha).

Transmissão, por enquanto, será manual de cinco marchas, e aqui talvez esteja o primeiro erro tático: como sempre, há promessa de o modelo estrear em breve a caixa tipo CVT (continuamente variável), simulando sete marchas. UOL Carros acredita que o ideal seria lançá-lo já com essa opção.

Preço inicial deve ficar abaixo de R$ 65 mil, com versão de topo perto de R$ 70 mil.

Outro anúncio foi o do sedã médio Arrizo 5, com a mesma motorização do Tiggo 2, porém já gerenciado por câmbio CVT. O três-volumes lembra um Ford Focus e tem dimensões próximas às de um Toyota Corolla: 4,57 m de comprimento e 1,82 de largura.

Para o médio prazo os planos são trazer outro crossover, o Tiggo 4 (uma espécie de "anti-Honda HR-V"), e o suvão Tiggo 7. O utilitário médio Tiggo 5, cuja fabricação nacional chegou a ser confirmada, segue sem data de chegada.

Se o porta-malas vincado lembra um HB20, caimento do vidro traseiro e lanternas podem remeter a um Fiat imagem: Murilo Góes/UOL

Lifan joga com o que tem

Acabamento do X60 segue modesto: espaço interno é seu ponto forte imagem: Murilo Góes/UOL No caso da Lifan, a escolha foi por atualizar o produto que desde sempre foi seu ganha-pão, o SUV médio X60. Para o segundo trimestre de 2017, a marca afirma que vai, enfim, lançar a linha reestilizada do modelo, já com... adivinhe? Transmissão CVT, já testada por UOL Carros na China.

Expectativa é que a configuração chegue somente na versão de topo, com preço estimado de R$ 75 mil. Meta, com ela, é dobrar as vendas, atualmente estagnada em cerca de 200 emplacamentos ao mês.

"Muitos clientes deixam de comprar o X60 pela falta da opção automática. A expectativa pelo lançamento é grande", contou Luiz Zanini, diretor de marketing da Lifan no Brasil.

11 NOV2016
Chery Marca Presença no Salão do Automóvel com Novo Conceito: New Generation is Coming

Chery revela sua nova trajetória global e nacional, com a apresentação de duas novas plataformas de produtos, que estreiam em 2017 no mercado brasileiro

Com o conceito “New Generation is coming”, a participação da Chery na edição 2016 do Salão do Automóvel, que acontece entre os dias 10 e 20 de novembro, no São Paulo Expo, é marcada por uma nova fase em sua trajetória em solo brasileiro. A primeira e única fábrica de origem chinesa a se instalar no País apresenta um novo conceito de design de seus produtos, com o desenvolvimento de novos modelos e alto investimento em Pesquisa & Desenvolvimento, resultando em designs arrojados, alto índice de tecnologia e conectividade embarcada.

Baseada na estratégia internacional da companhia, esta nova geração da Chery Brasil está totalmente alinhada com o time de CTCS (CheryTechnical Center Shangai) e com o “Dream Team” da Chery International, composto por renomados profissionais como Hakan Saracoglu, James Hope e Sergio Loureiro, com experiências em montadoras como Porsche, Fiat, Ford, Mercedes-Benz, Daimler Chrysler e GM. Trata-se de uma nova estratégia da empresa, que ficou entre as cinco melhores no ranking de performance e qualidade da China em 2015, e investe cerca de 7% de sua receita anual de vendas em P&D. Com isso, a Chery torna-se uma marca cada vez mais global, trazendo tendências e inovações para o mercado nacional, com veículos com alto índice de qualidade, segurança e estilo, atendendo às expectativas dos brasileiros.

Este novo conceito se traduz em duas novas plataformas de produtos, compostas pelas novas gerações da linha SUV Tiggo e do sedan Arrizo, ambas com seus modelos de estreia – Tiggo 2 e Arrizo 5 – previstos para 2017.

Com planos para o futuro, a Chery pretende aumentar sua gama de produtos focada nestas duas novas plataformas, com os lançamentos de mais duas versões de SUVs, Tiggo 7 e Tiggo 9, bem como do Arrizo 7.

Família Tiggo

O terceiro modelo a ser produzido na unidade industrial da Chery em Jacareí, com previsão de lançamento no primeiro semestre de 2017, é o SUV urbano Tiggo 2, o primeiro da nova geração da família Tiggo no Brasil.

Ainda seguindo a orientação global da empresa, o Tiggo 2 será lançado praticamente ao mesmo tempo que no mercado chinês, onde é batizado de Tiggo 3x. O modelo contribui para aumento do “line up” da Chery para o segmento de utilitários esportivos.

O SUV urbano da Chery tem seu DNA marcado por estilo e design muito agressivos. Sua suspensão foi projetada especificamente para um SUV urbano, os faróis de bloco elíptico unido aos faróis diurnos de LEDs (DRL) se complementam e entregam um visual imponente. É equipado com motor 1.5 VVT associado ao câmbio manual de cinco marchas, com o novo sistema ECSS (Electronic Cold Start System) de galeria de combustível aquecida, que reduz os níveis de álcool não queimado no ciclo de emissões, melhorando o desempenho de consumo e emissões de poluentes. Já estão em desenvolvimento as versões com câmbio automático.

Entre os equipamentos, o Tiggo 2 dispõe de airbags laterais e frontais, freios ABS com EBD, controle de estabilidade (ESP), direção hidráulica assistida, ar-condicionado, trio elétrico, teto solar, sistema Chery I-Connect (multimídia com conectividade), rodas de liga leve diamantadas, sensor de estacionamento, entre outros.

Para completar a família Tiggo, a Chery prevê os lançamentos de mais duas versões de utilitários esportivos, entre eles o Tiggo 7, a concretização do conceito TX, apresentado no Salão do Automóvel em 2012 e detentor de diversos prêmios, entre eles, o melhor carro conceito do Salão de Genebra deste mesmo ano.

Arrizo

Escolhido como o modelo estreante da família de sedans Arrizo a ser apresentado no Brasil, o Arrizo 5 é o primeiro produto da nova geração da Chery que desperta elegância, estilo, design, conectividade e tecnologia a bordo.

Com previsão de chegar às lojas no segundo semestre de 2017, o sedan médio é um produto chave para a nova geração da Chery Brasil, agregando mais tecnologia e com um novo conceito de estilo. Lançado na China em março deste ano, o Arrizo 5 é o primeiro modelo estratégico global da Chery e já conta com mais de 74.300 mil unidades comercializadas no mercado chinês, registrando sucesso de vendas no país.

Apresentado como o carro conceito Alfa no Salão do Automóvel de 2014, o modelo foi 100% desenvolvido pelo “dream team” de designers da Chery, e é equipado com o sistema de infotainment batizado de Cloudrive, formado por um banco de dados de sensoriamento inteligente, baseado em uma plataforma na nuvem, unindo tecnologia e interatividade para atender às necessidades diárias do condutor.

O projeto tem uma proposta agressiva de configuração com itens como: transmissão CVT com simulação de sete velocidades, sistema start-stop, Hill Assist (auxilia na partida em aclives e declives), sistema de entrada key less, teto solar, controle de estabilidade (ESP), freios ABS com EBD, luzes de LED diurnas (DRL), sistema multimídia com bluetooth, função mobile maping, tela sensível ao toque de 7 polegadas, entre outros.

Ainda na família Arrizo, composta por mais dois modelos de sedan (Arrizo 3 e Arrizo 7), a Chery planeja a chegada do Novo Arrizo 7, que também está em exposição no estande da montadora no Salão do Automóvel.

Assim como o Arrizo 5, o sedan médio tem ajustes elétricos no banco do motorista e volante com regulagem de altura, ar condicionado automático e sistema multimídia com tela sensível ao toque de 7 polegadas. A Chery ainda não definiu a motorização da versão nacional do Arrizo 7.

New QQ – o Subcompacto da Chery Agora é Nacional e um dos Carros Mais Econômicos do Brasil

A versão brasileira do Chery New QQ também está em exposição no estande da empresa. Contemplado com a nota mais alta (A) em sua categoria no selo Conpet, concedido pelo Inmetro, o modelo de entrada da Chery é o mais econômico na categoria de subcompactos, tendo alcançado os níveis mais baixos de emissão, além de ser classificado como um dos automóveis mais eficientes no ranking geral da avaliação feita pelo órgão.

O New QQ também carrega o título de primeiro carro de uma montadora chinesa a fazer parte do ranking Car Group do Cesvi Brasil, que lista os modelos com os melhores índices de reparabilidade, ou seja, os automóveis que oferecem a melhor relação entre custo e facilidade de reparos, que impactam diretamente não só no bolso do consumidor, como também no momento do cálculo do seguro, pelas empresas seguradoras, assim como o Celer, o primeiro modelo produzido pela Chery em Jacareí (SP).

Sobre a Chery

A Chery Brasil consolidou-se como a primeira fabricante chinesa de automóveis a instalar indústria no país, com investimento de US$ 530 milhões.

Sua fábrica, que completou dois anos em agosto, está localizada no Vale do Paraíba, na cidade de Jacareí (SP) e conta com cerca de 500 colaboradores. Atualmente produz os modelos Celer – hatch e sedan – e New QQ.

3 NOV2016
Uma Nova Chery Se Apresenta No Salão do Automóvel 2016: “New Generation is Coming”

A fabricante vai apresentar duas novas plataformas de produto, baseadas no conceito de nova geração, que marca a nova fase da Chery no mercado nacional


Tiggo 2 Divulgação Chery

A participação da Chery no Salão do Automóvel 2016, que acontece entre os dias 10 e 20 de novembro, no São Paulo Expo, é marcada pela nova estratégia da fabricante, com a apresentação de duas novas plataformas de produtos, que estreiam em 2017 no mercado brasileiro. Através do conceito “New Generation is coming”, a Chery vai revelar o novo line-up de seus modelos, com destaque para o segmento de SUV, uma das apostas da Chery para esta nova fase no Brasil.

Apresentado este ano no Salão de Pequim na China, o Tiggo 2 será revelado no Salão do Automóvel. O SUV urbano, desenvolvido sob o inovador conceito de design e estilo da montadora, será o terceiro modelo a ser fabricado na planta da montadora, em Jacareí, com previsão de lançamento durante o primeiro semestre de 2017.

No segmento de sedans, a aposta da Chery é o Arrizo 5, modelo de estreia da família. Sucesso de vendas na China, o novo Arrizo 5 é o primeiro sedan médio da Chery trazido para o Brasil.

Sobre a Chery

A Chery Brasil consolidou-se com a primeira fabricante chinesa de automóveis a se instalar no país, com investimento de US$ 530 milhões. O aporte contempla uma fábrica de veículos de passeio e outra de motores, ambas localizadas no Vale do Paraíba, na cidade de Jacareí (SP). A produção comercial do modelo Celer tem início no final de 2014.

A empresa também detém o título de pioneira ao lançar o primeiro automóvel chinês com transmissão automática, o Tiggo. Atualmente, ainda são comercializados a versão manual do mesmo modelo, além do QQ, Celer e Face.

2 NOV2016
Chery foi listada novamente pela Chinese Enterprise Global Image de 2016, permanecendo em 1º lugar entre as indústrias de equipamentos manufaturados

Chery foi listada novamente pela Chinese Enterprise Global Image de 2016, permanecendo em 1º lugar entre as indústrias de equipamentos manufaturados

No dia 14 de outubro de 2016, na seleção das 20 empresas chinesas com melhor imagem de marca internacionalmente, dirigida pelo Gabinete de Informação do Conselho de Estado e pela Comissão de Supervisão e Administração de Ativos do Conselho de Estado, e organizada pela Administração de Publicações de Línguas Estrangeiras da China (CFLPA), a Chery foi classificada novamente por seus 15 anos de desenvolvimento de mercado internacional e globalização, permanecendo em primeiro lugar entre as indústrias de equipamentos manufaturados. Os resultados foram anunciados durante o Chinese Enterprise Global Image Summit 2016.

Como a terceira pesquisa conduzida pela CFLPA sobre a imagem de marca de empresas chinesas, ela foi focada nos países da iniciativa “Belt and Road”. A imagem das empresas chinesas foi avaliada se baseando em suas performances em quatro quesitos (responsabilidade, igualdade, confiança e sucesso), para mostrar a sua qualidade em uma maneira mais científica e precisa. Após 15 anos de desenvolvimento e acúmulo internacional, a Chery ganhou reconhecimento e confiança de inúmeros consumidores em mais de 40 países, e estabeleceu plantas de produção na Rússia, Ucrânia, Irã e Egito.

Em 2016, de acordo com o plano estratégico nacional do “Belt and Road”, quando os executivos da Chery acompanharam o presidente Xi Jinping para uma visita ao Irã, a Chery assinou um acordo com os iranianos para expandir o Parque Industrial do Irã, a fim de consolidar a posição da Chery como a maior montadora estrangeira no país.

Com operações em regiões como a Ásia, Europa, África e América Latina, a Chery exporta produtos para mais de 80 países, com 5 companhias, 10 bases de manufatura, além de mais de 2.000 redes de distribuição e serviço ao redor do mundo, e tem sido o maior exportador de veículos da China por 13 anos consecutivos. Desde sua entrada no mercado internacional em 2001, a Chery tem ganhado suporte e confiança de mais de 1.1 milhão de consumidores. Somente no primeiro semestre de 2016, a Chery exportou 40.038 unidades, se mantendo como a maior exportadora de veículos da China.

No cenário econômico global, as empresas chinesas “globalizadas” estão tendo um papel importante em carregar a imagem chinesa e em espalhar a cultura da China pelo mundo. A Chery respondeu positivamente e dá forte apoio para o estabelecimento da imagem da China, estendeu suas operações da China para o mercado internacional, otimizou sua rede de serviços e vendas, e estabeleceu bases de manufatura em outros países, se tornando referência na globalização da indústria automotiva chinesa.

A Chery irá continuar a consolidar toda a corrente de cooperação da indústria no mercado internacional, melhorar sua adaptação e localização no mercado por meio da estratégia local, e implementar a estratégia de globalização. Com o conceito da marca de “dedicação e confiança”, a Chery é comprometida em entregar qualidade nos seus produtos e serviços para seus consumidores, e manter seu esforço constante em se tornar uma marca internacional com competitividade global.

Fonte: http://www.cheryinternational.com/news/20161018211.html

24 OUT2016
New QQ é o campeão: confira os 10 carros mais baratos do Brasil

Nesta semana a fabricante chinesa Chery anunciou o começo da produção nacional do novo QQ. Vendido em duas versões, com a de entrada custando R$ 29.990 e a ACT saindo por R$ 31.990, o modelo passou a ser o veículo mais barato do Brasil. O New QQ é movido por um motor 1.0 três cilindros de 69 cv, mas movido apenas a gasolina.

Com este anúncio, o Garagem360 pesquisou os valores dos modelos populares vendidos no País, e renuiu os 10 mais baratos neste álbum. Os preços foram levantados de acordo com o site oficial de cada fabricante, válidos no dia 21 de outubro de 2016.

Com fabricação nacional, o Chery New QQ é o carro mais barato do Brasil, custando a partir de R$ 29.990Com fabricação nacional, o Chery New QQ é o carro mais barato do Brasil, custando a partir de R$ 29.990 – Foto: DivulgaçãoCom fabricação nacional, o Chery New QQ é o carro mais barato do Brasil, custando a partir de R$ 29.990 – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Com fabricação nacional, o Chery New QQ é o carro mais barato do Brasil, custando a partir de R$ 29.990Com fabricação nacional, o Chery New QQ é o carro mais barato do Brasil, custando a partir de R$ 29.990 – Foto: DivulgaçãoCom fabricação nacional, o Chery New QQ é o carro mais barato do Brasil, custando a partir de R$ 29.990 – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Com fabricação nacional, o Chery New QQ é o carro mais barato do Brasil, custando a partir de R$ 29.990Com fabricação nacional, o Chery New QQ é o carro mais barato do Brasil, custando a partir de R$ 29.990 – Foto: DivulgaçãoCom fabricação nacional, o Chery New QQ é o carro mais barato do Brasil, custando a partir de R$ 29.990 – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Com fabricação nacional, o Chery New QQ é o carro mais barato do Brasil, custando a partir de R$ 29.990Com fabricação nacional, o Chery New QQ é o carro mais barato do Brasil, custando a partir de R$ 29.990 – Foto: DivulgaçãoCom fabricação nacional, o Chery New QQ é o carro mais barato do Brasil, custando a partir de R$ 29.990 – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Veterano da linha Palio, o modelo Fire sai por R$ 30.040, mas com apenas duas portasVeterano da linha Palio, o modelo Fire sai por R$ 30.040, mas com apenas duas portas – Foto: DivulgaçãoVeterano da linha Palio, o modelo Fire sai por R$ 30.040, mas com apenas duas portas – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Veterano da linha Palio, o modelo Fire sai por R$ 30.040, mas com apenas duas portasVeterano da linha Palio, o modelo Fire sai por R$ 30.040, mas com apenas duas portas – Foto: DivulgaçãoVeterano da linha Palio, o modelo Fire sai por R$ 30.040, mas com apenas duas portas – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Veterano da linha Palio, o modelo Fire sai por R$ 30.040, mas com apenas duas portasVeterano da linha Palio, o modelo Fire sai por R$ 30.040, mas com apenas duas portas – Foto: DivulgaçãoVeterano da linha Palio, o modelo Fire sai por R$ 30.040, mas com apenas duas portas – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Último lançamento da Fiat no Brasil, o Mobi custa a partir de R$ 32.380 na versão EasyÚltimo lançamento da Fiat no Brasil, o Mobi custa a partir de R$ 32.380 na versão Easy – Foto: DivulgaçãoÚltimo lançamento da Fiat no Brasil, o Mobi custa a partir de R$ 32.380 na versão Easy – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Último lançamento da Fiat no Brasil, o Mobi custa a partir de R$ 32.380 na versão EasyÚltimo lançamento da Fiat no Brasil, o Mobi custa a partir de R$ 32.380 na versão Easy – Foto: DivulgaçãoÚltimo lançamento da Fiat no Brasil, o Mobi custa a partir de R$ 32.380 na versão Easy – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Último lançamento da Fiat no Brasil, o Mobi custa a partir de R$ 32.380 na versão EasyÚltimo lançamento da Fiat no Brasil, o Mobi custa a partir de R$ 32.380 na versão Easy – Foto: DivulgaçãoÚltimo lançamento da Fiat no Brasil, o Mobi custa a partir de R$ 32.380 na versão Easy – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Veículo de entrada da VW no Brasil, o Up custa R$ 34.430 na versão take, também com duas portasVeículo de entrada da VW no Brasil, o Up custa R$ 34.430 na versão take, também com duas portas – Foto: DivulgaçãoVeículo de entrada da VW no Brasil, o Up custa R$ 34.430 na versão take, também com duas portas – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Veículo de entrada da VW no Brasil, o Up custa R$ 34.430 na versão take, também com duas portasVeículo de entrada da VW no Brasil, o Up custa R$ 34.430 na versão take, também com duas portas – Foto: DivulgaçãoVeículo de entrada da VW no Brasil, o Up custa R$ 34.430 na versão take, também com duas portas – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Veículo de entrada da VW no Brasil, o Up custa R$ 34.430 na versão take, também com duas portasVeículo de entrada da VW no Brasil, o Up custa R$ 34.430 na versão take, também com duas portas – Foto: DivulgaçãoVeículo de entrada da VW no Brasil, o Up custa R$ 34.430 na versão take, também com duas portas – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Em produção há 17 anos, a segunda geração do Clio é o modelo mais em conta da linha Renault, saindo por R$ 34.985Em produção há 17 anos, a segunda geração do Clio é o modelo mais em conta da linha Renault, saindo por R$ 34.985 – Foto: DivulgaçãoEm produção há 17 anos, a segunda geração do Clio é o modelo mais em conta da linha Renault, saindo por R$ 34.985 – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Em produção há 17 anos, a segunda geração do Clio é o modelo mais em conta da linha Renault, saindo por R$ 34.985Em produção há 17 anos, a segunda geração do Clio é o modelo mais em conta da linha Renault, saindo por R$ 34.985 – Foto: Rodolfo Buhrer / La ImagemEm produção há 17 anos, a segunda geração do Clio é o modelo mais em conta da linha Renault, saindo por R$ 34.985 – Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem (Foto: © Foto: Rodolfo Buhrer / La Imagem)

Em produção há 17 anos, a segunda geração do Clio é o modelo mais em conta da linha Renault, saindo por R$ 34.985Em produção há 17 anos, a segunda geração do Clio é o modelo mais em conta da linha Renault, saindo por R$ 34.985 – Foto: Luiz Costa / La ImagemEm produção há 17 anos, a segunda geração do Clio é o modelo mais em conta da linha Renault, saindo por R$ 34.985 – Foto: Luiz Costa / La Imagem (Foto: © Foto: Luiz Costa / La Imagem)

Ex-líder de vendas, o Gol pode ser comprado a partir de R$ 35.150, também com duas portasEx-líder de vendas, o Gol pode ser comprado a partir de R$ 35.150, também com duas portas – Foto: DivulgaçãoEx-líder de vendas, o Gol pode ser comprado a partir de R$ 35.150, também com duas portas – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Ex-líder de vendas, o Gol pode ser comprado a partir de R$ 35.150, também com duas portasEx-líder de vendas, o Gol pode ser comprado a partir de R$ 35.150, também com duas portas – Foto: DivulgaçãoEx-líder de vendas, o Gol pode ser comprado a partir de R$ 35.150, também com duas portas – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Ex-líder de vendas, o Gol pode ser comprado a partir de R$ 35.150, também com duas portasEx-líder de vendas, o Gol pode ser comprado a partir de R$ 35.150, também com duas portas – Foto: DivulgaçãoEx-líder de vendas, o Gol pode ser comprado a partir de R$ 35.150, também com duas portas – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Modelo mais vendido desde 2015, o Onix custa R$ 38.990 na versão Joy, que conserva o visual original do hatchModelo mais vendido desde 2015, o Onix custa R$ 38.990 na versão Joy, que conserva o visual original do hatch – Foto: DivulgaçãoModelo mais vendido desde 2015, o Onix custa R$ 38.990 na versão Joy, que conserva o visual original do hatch – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Modelo mais vendido desde 2015, o Onix custa R$ 38.990 na versão Joy, que conserva o visual original do hatchModelo mais vendido desde 2015, o Onix custa R$ 38.990 na versão Joy, que conserva o visual original do hatch – Foto: DivulgaçãoModelo mais vendido desde 2015, o Onix custa R$ 38.990 na versão Joy, que conserva o visual original do hatch – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Modelo mais vendido desde 2015, o Onix custa R$ 38.990 na versão Joy, que conserva o visual original do hatchModelo mais vendido desde 2015, o Onix custa R$ 38.990 na versão Joy, que conserva o visual original do hatch – Foto: DivulgaçãoModelo mais vendido desde 2015, o Onix custa R$ 38.990 na versão Joy, que conserva o visual original do hatch – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Modelo mais vendido desde 2015, o Onix custa R$ 38.990 na versão Joy, que conserva o visual original do hatchModelo mais vendido desde 2015, o Onix custa R$ 38.990 na versão Joy, que conserva o visual original do hatch – Foto: DivulgaçãoModelo mais vendido desde 2015, o Onix custa R$ 38.990 na versão Joy, que conserva o visual original do hatch – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Modelo mais vendido da Renault, o Sandero ultrapassa a barreira dos 40 mil, saindo por R$ 41.100 na versão ExpressionModelo mais vendido da Renault, o Sandero ultrapassa a barreira dos 40 mil, saindo por R$ 41.100 na versão Expression – Foto: Luiz Costa / Agência La Imagem.Modelo mais vendido da Renault, o Sandero ultrapassa a barreira dos 40 mil, saindo por R$ 41.100 na versão Expression – Foto: Luiz Costa / Agência La Imagem. (Foto: © Foto: Luiz Costa / Agência La Imagem.)

Modelo mais vendido da Renault, o Sandero ultrapassa a barreira dos 40 mil, saindo por R$ 41.100 na versão ExpressionModelo mais vendido da Renault, o Sandero ultrapassa a barreira dos 40 mil, saindo por R$ 41.100 na versão Expression – Foto: Luiz Costa / Agência La Imagem.Modelo mais vendido da Renault, o Sandero ultrapassa a barreira dos 40 mil, saindo por R$ 41.100 na versão Expression – Foto: Luiz Costa / Agência La Imagem. (Foto: © Foto: Luiz Costa / Agência La Imagem.)

Modelo mais vendido da Renault, o Sandero ultrapassa a barreira dos 40 mil, saindo por R$ 41.100 na versão ExpressionModelo mais vendido da Renault, o Sandero ultrapassa a barreira dos 40 mil, saindo por R$ 41.100 na versão Expression – Foto: Luiz Costa / Agência La Imagem.Modelo mais vendido da Renault, o Sandero ultrapassa a barreira dos 40 mil, saindo por R$ 41.100 na versão Expression – Foto: Luiz Costa / Agência La Imagem. (Foto: © Foto: Luiz Costa / Agência La Imagem.)

Vice-líder em vendas gerais, o HB20 começa em R$ 41.655 no site da HyundaiVice-líder em vendas gerais, o HB20 começa em R$ 41.655 no site da Hyundai – Foto: DivulgaçãoVice-líder em vendas gerais, o HB20 começa em R$ 41.655 no site da Hyundai – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Vice-líder em vendas gerais, o HB20 começa em R$ 41.655 no site da HyundaiVice-líder em vendas gerais, o HB20 começa em R$ 41.655 no site da Hyundai – Foto: DivulgaçãoVice-líder em vendas gerais, o HB20 começa em R$ 41.655 no site da Hyundai – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Hatch mais vendido da Ford, o Ka encerra a lista, custando a partir de R$ 42.590Hatch mais vendido da Ford, o Ka encerra a lista, custando a partir de R$ 42.590 – Foto: DivulgaçãoHatch mais vendido da Ford, o Ka encerra a lista, custando a partir de R$ 42.590 – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

Hatch mais vendido da Ford, o Ka encerra a lista, custando a partir de R$ 42.590Hatch mais vendido da Ford, o Ka encerra a lista, custando a partir de R$ 42.590 – Foto: DivulgaçãoHatch mais vendido da Ford, o Ka encerra a lista, custando a partir de R$ 42.590 – Foto: Divulgação (Foto: © Foto: Divulgação)

24 OUT2016
Chery QQ chega por R$ 29.990

A Chery anunciou na terça-feira (18) o início das vendas do QQ fabricado no Brasil. É segundo modelo a sair da linha de montagem da empresa no complexo de Jacareí, no interior de São Paulo. Até então, o “New QQ”, como é chamada a nova geração do carrinho pela montadora, era trazido por meio de lotes diretamente da China.

O subcompacto já pode ser encontrado nas concessionárias a partir desta semana, pelos mesmos preços do QQ importado. São valores que, embora não tenham caído por conta da nacionalização, fazem do QQ o único carro vendido atualmente por menos de R$ 30 mil.

A configuração de entrada oferece ar-condicionado; direção hidráulica; vidros elétricos dianteiros; sistema de som com rádio AM/FM, reprodutor de MP3, entrada USB e dois alto-falantes; DRL (Day Running Lights), trava central nas chaves, rodas de aço (com calotas aro 14) e os obrigatórios freios com ABS (antitravamento) com EBD (distribuidor da força de frenagem) e airbag duplo.

Já a versão ACT agrega rodas de liga leve (também de 14 polegadas), vidros elétricos traseiros, retrovisores externos com ajuste elétrico, limpador e desembaçador traseiro e quatro alto falantes ao sistema de som. Além do selo nota A do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV) do Inmetro, o QQ é o primeiro carro de fabricante chinesa a figurar no ranking Car Group do Cesvi, que lista os modelos com os melhores índices de reparabilidade.

Confira os preços do New QQ

QQ Look R$ 29.990

QQ ACT R$ 31.990

Da redação do Alô

19 OUT2016
Chery Inicia as vendas do New QQ Brasileiro

O subcompacto, eleito um dos modelos mais econômicos do Brasil pelo Inmetro, chega às lojas por R$ 29.990 a partir desta semana

Divulgação Chery - Fotos em: https://we.tl/pVHndZNd7Z

A Chery Brasil anuncia o início das vendas do New QQ nacional, o seu segundo modelo a ser fabricado no complexo Chery em Jacareí (SP). A partir desta semana, o subcompacto pode ser encontrado em toda a rede Chery em duas versões, com preço especial de lançamento: Look, por R$ 29.990, e ACT, por R$ 31.990. Ambas são completas, sendo que o ACT é equipado com acessórios extras, como rodas de liga leve, vidros elétricos traseiros, retrovisores com ajuste elétrico, quatro auto falantes, limpador e desembaçador traseiro.

Há pouco mais de um ano comercializando a versão importada do Chery New QQ, a fabricante apresenta a versão brasileira detentora do título de um dos carros mais econômicos do Brasil. Em abril deste ano, o New QQ nacional foi laureado com a nota mais alta (AA) no selo Conpet, concedido pelo Inmetro. Isso significa que o modelo é o mais econômico na categoria de subcompactos, tendo alcançado os níveis mais baixos de emissão, além de ser classificado como um dos automóveis mais eficientes no ranking geral da avaliação feita pelo órgão.

O subcompacto também carrega o título de primeiro carro de uma montadora chinesa a fazer parte do ranking Car Group do Cesvi Brasil, que lista os modelos com os melhores índices de reparabilidade, ou seja, os automóveis que oferecem a melhor relação entre custo e facilidade de reparos, que impactam diretamente não só no bolso do consumidor, como também no momento do cálculo do seguro, pelas empresas seguradoras.

“O New QQ nacional já chega ao mercado com boas notícias, desbancando seus concorrentes no quesito eficiência, emissão, índice de reparabilidade e custo de seguro. São fatores que contam positivamente no momento de decisão de compra por parte do consumidor, cada dia mais consciente e responsável, financeira, social e ambientalmente. Temos uma nova geração de QQ pronta para conquistar os consumidores mais exigentes”, declara Luis Curi, vice presidente executivo da Chery Brasil.

New QQ: Uma Nova Geração

Totalmente repaginado, interno e externamente em relação à geração anterior, o Chery New QQ é um automóvel com design moderno e inovador, com excelente espaço interno e que já vem completo de série.

O compacto da Chery foi projetado e pensado para atender a padrões internacionais em todos os aspectos (potência, desempenho, performance, conforto, dirigibilidade e segurança), com atributos de última geração e com exterior e interior inovadores. Tudo isso sem abandonar o gene da família QQ, de um carro divertido e carismático. Todos estes itens fazem do New QQ um veículo completo e apaixonante, que vem para conquistar o exigente consumidor brasileiro.

A grade dianteira de entrada de ar acompanha o desenho do carro e prolonga seu efeito visual. O farol, com design inovador, conta com regulagem de altura proporcionando iluminação mais eficiente, somada à luz de segurança (DRL), um diferencial em modelos compactos.

Na parte traseira, o destaque é o vidro panorâmico, característica incomum em veículos dessa gama. Junto com a lanterna e as luzes de freio, localizadas na parte superior, o conjunto forma uma linha suave, que transmite a individualidade original do modelo.

O espaço interno é confortável para quatro passageiros adultos. O interior é moderno e agradável aos olhos, com painel de instrumentos digital. A posição de dirigir juntamente com o tamanho do para-brisa frontal garantem uma ampla visibilidade e maior prazer de condução ao motorista.

Seu motor Acteco a gasolina 1.0 de três cilindros, com 69 cv de potência, garante força, desempenho e performance favorável ao meio ambiente. A transmissão é mecânica de cinco marchas.

Duas Versões

O Chery New QQ chega às lojas em duas versões. Ambas completas, pois o modelo conta com itens de série que em outras marcas são considerados opcionais.

A versão Look, com preço sugerido de R$ 29.990,00, vem equipada com ar condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos dianteiros, Chery Media System (rádio AM/FM com USB e dois auto falantes), DRL (Day Running Lights), freios ABS com EBD, airbag duplo, ajuste elétrico dos faróis, trava central nas chaves e rodas de aço com calotas personalizadas.

A versão ACT sai por R$ 31.990,00 e conta com tudo o que há na outra versão e acrescenta vidros elétricos traseiros, retrovisores com ajuste elétrico, quatro auto falantes, limpador e desembaçador traseiro e rodas de liga leve de 14’’, em substituição às de aço.

Ambas versões estão disponíveis nas cores preto, branco, vermelho, prata, marrom e azul.

“Demos mais um grande passo na questão de competitividade, além de sólidas melhorias realizadas no line-up da família New QQ. Temos um diferencial muito considerável, a produção em solo nacional. As evoluções não param, estamos convictos do potencial desse produto no país e nossos esforços estão concentrados para cada vez mais aumentar a competitividade da gama atendendo às necessidades do cliente nesse segmento”, declara Thiago Marques, responsável pelo Marketing de Produtos da Chery Brasil.

Motor e Transmissão: New QQ Está à Frente de Seus Concorrentes

O motor 1.0 de três cilindros é moderno e tecnológico. Desenvolvido pela ACTECO, o motor é fabricado em bloco de alumínio e cabeçote composto de 12 válvulas, alimentado por um sistema de injeção direta de gasolina, que desenvolve 69 cavalos de potência. A transmissão é mecânica de cinco marchas.

O conjunto motriz do New QQ nacional é considerado um dos eficientes e econômicos do país, tendo recebido a melhor classificação (nota AA) na categoria microcompactos na 8ª edição do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV), divulgado pelo Inmetro em abril. O modelo também foi contemplado com o selo Conpet de eficiência energética, classificação dada aos automóveis mais eficientes e que obtiveram os melhores resultados em sua categoria e no ranking geral da lista do Inmetro.

Mais Segurança e Conforto

Uma das grandes mudanças do New QQ está no sistema de ruídos. Foram feitas muitas melhorias, entre elas: inclusão de uma manta de isolamento acústico em toda estrutura do veículo, que confere um desempenho diferenciado no isolamento de sons e ruídos; sistemas a prova de som e absorção de impactos sonoros e design diferenciado do carro, que é capaz de reduzir o ruído do vento com o veículo em rotação.

O sistema de suspensão dianteira é tipo MacPherson, com molas helicoidais, amortecedores de dupla ação e barra estabilizadora, que tem como características melhor performance com peso leve, velocidade de resposta rápida e forte desempenho de absorção de choque. A suspensão traseira é equipada por uma estrutura de eixo rígido com molas helicoidais e amortecedores de dupla ação, que permite o equilíbrio do contrapeso, aumentando assim o conforto de todos a bordo.

O sistema de freio ABS com EBD da Bosch e os airbags duplos completam o sistema de segurança a bordo.

Design Único, com Estilo e Tecnologia: um Carro Cool

Além de contar com desenho único na parte frontal, o design traseiro do New QQ é marcado pela harmoniosa combinação entre luzes e vidro. A lanterna conta com linhas suaves na vertical, reforçando o estilo único e elegante do compacto.

A tampa do porta-malas é um vidro panorâmico, sua abertura é inteligente e funcional, com apenas um toque.

Os faróis têm desenho requintado, assim como as maçanetas. As curvas de toda estrutura, incluindo as do capô, traduzem linhas acentuadas e dinâmicas, aumentando a referência do veículo. Os detalhes dos para-choques dianteiro e traseiro conferem um espírito mais jovem e esportivo.

Projetado com “linhas robustas”, os traços laterais trazem à tona elementos modernos e dinâmicos. Com foco no princípio aerodinâmico, as curvas do estilo são projetadas para reduzir a resistência do ar, reforçar a estabilidade do veículo e, assim, reduzir os índices de consumo.

Interior

Com muitas melhorias na parte interna em relação à geração anterior, o New QQ pode ser considerado, de fato, um novo carro. O console central foi desenhado pensando em oferecer exclusividade, ergonomia e conforto. Equipado com instrumentos digitais backlight, o interior entrega elegância com senso esportivo e tecnológico. O painel digital mescla backlight laranja e iluminação branca, transmitindo contraste do quadro de instrumento, fazendo com que o display em LED aumente ainda mais a intensidade da condução. O velocímetro é digital e em LCD.

O design dos assentos acompanham a tendência de modernidade conferida na parte externa do carro, sem perder o estilo urbano. Os bancos frontais são ajustáveis, com quatro posições, atendendo a diferentes demandas de espaço dos ocupantes e proporcionando espaço suficiente e confortável para todos a bordo. Os bancos traseiros podem ainda ser totalmente rebatidos, fazendo com que a capacidade do porta malas chegue a 636 litros.

O New QQ vem equipado com o Chery Media System, com rádio AM/FM, MP3 e USB.

Para completar, há mais de 14 espaços para armazenamento de objetos, proporcionando mais conforto para os usuários.

Sobre a Chery

A Chery Brasil consolidou-se como a primeira fabricante chinesa de automóveis a se instalar industrialmente no país, com investimento de US$ 530 milhões. O aporte contempla uma fábrica de veículos de passeio e outra de motores, ambas localizadas no Vale do Paraíba, na cidade de Jacareí (SP). A empresa também detém o título de pioneira ao lançar o primeiro automóvel chinês com transmissão automática, o Tiggo. Atualmente, ainda são comercializados a versão manual do mesmo modelo, além do QQ e Celer.

29 SET2016
Arrizo 5 chega ao mercado internacional como um dos carros chineses mais vendidos

Desde seu lançamento em março, o Chery Arrizo 5 teve um acumulado de 60.000 unidades vendidas e uma média de 10.000 por mês apenas na China. Em agosto, o Arrizo 5 alcançou 13.072 unidades vendidas na China, alta de 17,4% mês a mês, garantido sua liderança entre os carros chineses. Como modelo estratégico da Chery, o Arrizo 5 será lançado sucessivamente em mercados como Arábia Saudita, Emirados Árabes Unidos e Peru, depois de seu lançamento no Chile, China e Irã, para entrar totalmente no mercado internacional.

O Arrizo 5 teve um excelente resultado nos mercados do mundo devido a sua ótima qualidade e incrível força técnica. Ele não é apenas um favorito dos consumidores chineses, mas também um competidor no mercado internacional.

De acordo com dados do mercado chinês, o Arrizo 5 capturou, sem dúvidas, o coração dos chineses. O Arrizo 5 também teve uma boa performance de vendas ao redor do mundo, com vendas acumuladas em 2.000 unidades. Citando o Irã como exemplo, o Arrizo 5 foi lançado em 12 de julho durante o Shiraz Auto Show, e teve mais de 100 vendas durante o mês, ganhando atenção e reconhecimento dos consumidores locais.

Como o primeiro modelo internacional da Chery na plataforma de estratégia 2.0, o Arrizo 5 tem foco total na qualidade, com devidas considerações na conveniência e desempenho dos custos.

Em termos de tecnologia e entretenimento, algo que os consumidores estão mais preocupados, o Arrizo 5 traz o sistema Cloudrive 2.0 e integra a conveniência e as funções mais atuais, como a partida com um botão, controle de tração, ar-condicionado elétrico, teto solar elétrico, volante com funções de mídia e bancos de couro.

O controle de ruído é outro diferencial do Arrizo 5. Ele traz isolamento acústico otimizado, com um nível de ruído de 39.7 decibéis quando inativo, seguindo os padrões de carros japoneses e alemães. No que se refere à qualidade de ar interno, o Arrizo 5 mantém o conceito de “baixo odor, baixa emissão”, com todas as partes detectadas e inspecionadas por laboratórios. Livre de substâncias perigosas, como chumbo, cromo, cádmio, bifenilos polibromados, éter de polibromodifenilo, asbesto, hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, ele segue os requerimentos das substâncias banidas para veículos (China) e os requerimentos da Restrição do Uso de Certas Substâncias Perigosas em Equipamentos Elétricos e Eletrônicos (União Europeia), e cria um ambiente interno “verde”, ecologicamente correto e com baixo odor.

O Arrizo 5 é um modelo que define uma nova era. Ele tira o foco de outros produtos similares com seu design, tecnologia, controle e qualidade. Com a entrada total do Arrizo 5 no mercado internacional, mais e mais consumidores irão apreciar o conforto e experiência que ele proporciona. Com sua incrível performance na China, o Arrizo 5 certamente irá criar uma nova febre de vendas mundialmente.

Fonte: http://www.cheryinternational.com/news/20160922206.html

26 SET2016
Chery alcança resultados inéditos no ranking Car Group do CESVI

Os modelos New QQ e Celer hatch foram classificados como 4º e 6º na categoria Hatch Compacto e o Celer Sedan ficou com o 2º lugar na categoria Sedan Compacto. Os dados fazem parte da edição de agosto do ranking que mede o índice de reparabilidade de diversos modelos à venda no mercado

A Chery Brasil segue comemorando os bons resultados obtidos em seu departamento de pós-venda. Depois do time brasileiro da marca receber um dos títulos de melhor Pós-Venda do mundo da Chery Internacional, com a melhor performance da companhia no mundo todo, e de ter obtido o selo Concept de eficiência energética do Inmetro para o New QQ, desta vez a empresa celebra os resultados inéditos alcançados na edição de agosto no Ranking Car Group, do Cesvi Brasil.

Na categoria Hatch Compacto, os modelos New QQ e Celer hatch conquistaram 4º e 6º lugar, respectivamente, estando à frente de concorrentes como Novo Uno, Palio Fire, Novo Palio, Novo Gol, Etios hatch, Sandero, Onix e New Fiesta. Já na categoria Sedan Compacto, o Celer Sedan alcançou o segundo lugar, desbancando Voyage e Prisma.

“É a primeira vez que modelos de uma montadora de origem chinesa fazem parte deste ranking, nestas categorias, promovido pelo Cesvi Brasil. Comemoramos os resultados, com a certeza de que todo o investimento que está sendo realizado reflete todas as ações de melhoria contínua no atendimento a nossos clientes, o principal objetivo desde que inauguramos nossa operação fabril no País”, declara Maurício Buzetto, gerente de Pós-Venda e Serviços da Chery Brasil.

O ranking Car Group do Cesvi Brasil lista os modelos de automóveis com os melhores índices de reparabilidade, ou seja, os que oferecem a melhor relação entre custo e facilidade de reparos, que impactam diretamente não só no bolso do consumidor, como também no momento do cálculo do seguro dos automóveis, pelas empresas seguradoras.

SOBRE A CHERY

A Chery Brasil consolidou-se como a primeira fabricante chinesa de automóveis a se instalar industrialmente no país, com investimento de US$ 530 milhões. O aporte contempla uma fábrica de veículos de passeio e outra de motores, ambas localizadas no Vale do Paraíba, na cidade de Jacareí (SP). A empresa também detém o título de pioneira ao lançar o primeiro automóvel chinês com transmissão automática, o Tiggo. Atualmente, ainda são comercializados a versão manual do mesmo modelo, além do QQ e Celer.

23 SET2016
Chery comemora dois anos de fábrica no Brasil

VISITE O SITE CARPOINT NEWS: www.carpointnews.com.br

Há dois anos era inaugurada a primeira fábrica de uma montadora chinesa fora da China. A Chery iniciava uma nova fase em sua trajetória no Brasil, com um aporte de US$ 430 milhões, capacidade produtiva de até 50 mil carros anos, com uma fábrica moderna, em uma área de 1 milhão de metros quadrados, a beira da Via Dutra, no Vale do Paraíba. Desde então, uma série de acontecimentos foi responsável por mudanças nos caminhos da empresa no País.

Volatilidade do dólar, crise política e econômica e negociações com o sindicato. Por conta disso, a empresa teve que refazer seus planos para se realinhar ao novo cenário do mercado, como lay-off na fábrica, readequação nos números de produção do Celer e replanejamento no início da produção do New QQ. Mesmo diante de tudo isso, a Chery seguiu com seu plano Brasil e com o compromisso e respeito para com o seu consumidor.

Hoje, prestes a iniciar a produção de seu terceiro modelo de automóvel na fábrica de Jacareí, a montadora está se preparando para atender a esta demanda, ampliando a sua linha de montagem no segmento de utilitários esportivos – SUVs.

“Pensando na melhoria contínua da marca, bem como em oferecer aos clientes um line-up cada vez mais tecnológico e atualizado, a Chery está ampliando a linha de montagem para se capacitar no nicho de utilitários esportivos, com capacidade produtiva de 20 mil carros/ ano. Com isso, podemos dizer que estamos em plena evolução de portfólio e atualização de toda gama. Estamos estudando muito a identidade dos consumidores nos mínimos detalhes, e sabemos qual nível de produto e qualidade temos o dever de entregar. Trabalhando em parceria com o ‘dream team’ – time de designs renomados da Chery International, vamos surpreender o Brasil com novos modelos, que inclusive já aterrissam no Salão do Automóvel”, diz Luis Curi, vice presidente executivo da Chery Brasil.

As melhorias e avanços também foram constantes nesses dois últimos anos na história da Chery Brasil. O centro de distribuição de peças foi transferido para Jacareí, a quatro quilômetros da fábrica da montadora. Com uma área de 5 mil m² e com capacidade para armazenar 9 mil metros cúbicos de peças, o novo espaço possibilitou reduções significativas nos custos operacionais, o aumento da sinergia entre as equipes do armazém com áreas vitais da empresa, como os times TI, Logística e Pós-Venda, proporcionando um atendimento ainda melhor aos seus consumidores. Apesar da mudança, a Chery mantem o percentual de 92% de peças prontamente disponíveis em estoque para atender a sua rede de concessionárias e oficinas credenciadas, além de seguir respeitando os prazos de entrega de até 48 horas úteis, após o faturamento, para qualquer região do país e de 24 horas, após a emissão da nota fiscal, para casos urgentes.

Outra conquista importante foi o título de melhor pós venda da Chery em todo mundo, conferido ao time brasileiro. Este resultado aconteceu depois da adoção de novos padrões em treinamentos técnicos, de atendimento aos clientes e inteligência da informação.

Fonte: SD&PRESS Consultoria

20 SET2016
Competição de performance de pós-vendas da Chery International

Com o desenvolvimento contínuo da Chery no mercado internacional, a qualidade do atendimento de seu pós-vendas ao redor do mundo tem aumentado constantemente. Para oferecer aos clientes um serviço de alta qualidade e aumentar a sua satisfação, a Chery criou uma competição mundial de performance dos times de pós-vendas. Em agosto, coincidindo com os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, a Chery fez uma série de testes em oito áreas de competição pelo mundo. Por meio de difíceis provas com competidores de países como Irã, Rússia, Malásia, Venezuela, Chile, Colômbia, Brasil e Argentina, 16 se qualificaram para as finais que acontecerão em Luoyang, China, em outubro de 2016.

Como a segunda competição de performance de pós-vendas, desde o início dos testes, a competição tem atraído grande atenção de parceiros internacionais e de serviços de pós-venda.

Na Rússia, país que iniciou a competição, um teste pré-eliminatório foi feito por meio de uma audição on-line em que – dentre 67 concessionários envolvidos – foram escolhidos os 25 melhores para participar do teste final, em Moscou, e assim definir o campeão e o vice que serão representantes na final mundial. No Irã, a MVM, parceira da Chery, convidou 100 concessionários para os testes, incentivando os participantes a se esforçarem para melhorar a qualidade de seus serviços.

Na Malásia, Lin Qianyuan, presidente da união malaia Chery-MVM, conduziu a formulação dos mecanismos de incentivo em todos os níveis para aumentar a iniciativa dos competidores. Na Venezuela, o campeão e o vice foram escolhidos por meio de rigorosas avaliações, como teste teórico, capacidade de trabalhos manuais, solução de problemas elétricos, condução de situações de emergência e padronização de operações. As competições também foram realizadas nos mercados chileno, colombiano, brasileiro e argentino, mostrando a atenção da Chery ao mercado internacional e ao serviço de atendimento de pós-vendas.

Por meio de testes nível a nível, os campeões e vices das oito áreas de competição irão competir na final a ser realizada na sede da Chery. Em um período que está por vir, os 16 competidores serão treinados intensamente pelos mentores profissionais da Chery para enfrentarem esse desafio com qualificação ainda maior.

Desde seu início, a Chery tem persistentemente oferecido aos clientes serviços de qualidade para aumentar o seu nível de satisfação em relação à marca. Neste ano, a competição não só deu a oportunidade do time de pós-vendas da Chery International de aprender uns com os outros e de se aperfeiçoarem, mas também mostrou a persistência da Chery em implementar o conceito de que o cliente está em primeiro lugar e o serviço acima de tudo.

Veja a matéria original: http://www.cheryinternational.com/news/20160831203.html

20 SET2016
Pensando no futuro, Chery lança uma nova plataforma: T1X

Em agosto de 2016, a Chery apresentou informações sobre a sua plataforma T1X e planos para os futuros modelos que serão baseados nela. A T1X é a plataforma modular desenvolvida pela equipe profissional internacional depois que a Chery entrou na era da estratégia 2.0, e é baseada no posicionamento preciso de grupos específicos de clientes enquanto segue o processo de desenvolvimento à frente. A Chery irá desenvolver cinco modelos, incluindo SUVs de cinco e sete assentos, MPV e um modelo de energia renovável utilizando a nova plataforma.

A T1X integra as tecnologias da Chery, Jaguar, Land Rover e Qoros, e é equipada com uma estrutura avançada de plataforma. Entre os modelos equipados com a mesma distância entre os eixos, os que utilizarão a plataforma T1X terão um melhor espaçamento tanto dianteiro quanto traseiro e uma maior altura do solo, ângulo de aproximação e de partida. Com a utilização melhor desse espaço oferecido, a plataforma consegue prover uma excelente performance em off-road.

A largura entre os eixos na T1X fica entre 2560 mm e 2800 mm, e a altura do solo entre 145 mm e 190 mm, podendo variar de acordo com a necessidade.

Adotando um design modular, a T1X tem alta flexibilidade em layout e configuração. Em relação ao layout, com exceção do eixo dianteiro e da coluna de direção, o espaço ocupado entre a frente e a traseira pode ser alterado de acordo com o modelo. Na configuração, todos os novos modelos feitos com essa plataforma serão equipados com uma grade dianteira inteligente, motores turbo, direção eletro-hidráulica, amortecedores de dois canais e muitas outras novas tecnologias.

A T1X é fruto do talento de profissionais da BMW, GM, Ford e outras montadoras famosas do mercado. Eles são os responsáveis pelo design da nova geração de veículos da Chery e desenvolvimento de tecnologias para motores e transmissão, por exemplo.

O Tiggo 7 será o primeiro Chery a ser produzido utilizando a T1X, e está planejado para ser lançado no mercado internacional em 2017. Seguindo a nova filosofia de design da Chery, “Life in Motion”, o SUV tem uma beleza natural, fugindo das regras convencionais, e apresenta uma estética futurista. Para garantir a segurança do veículo, o Tiggo 7 empregou uma estrutura que combina a alta rigidez e leveza do chassi, testes com um sistema de imagem panorâmica e um conjunto de alarmes inteligentes, entregando proteção de dentro para fora.

Como todos os novos modelos serão desenvolvidos e produzidos na plataforma T1X, a linha de produtos da Chery será enriquecida e melhorada para estabelecer uma base sólida e posicionar a Chery como uma marca internacional e de competitividade mundial.

Veja a matéria original: http://www.cheryinternational.com/news/20160826202.html

6 SET2016
Chery Anuncia Novo Plano de Revisão Programada com Preço Fixo Para todos os Seus Veículos

O novo programa aumenta o período de manutenção preventiva de diversos itens, incluindo a troca de óleo e filtro de óleo, e ainda reduz o valor das revisões

Sempre prezando pela transparência na relação pós-venda com seus clientes, a Chery Brasil comunica ao mercado seu novo plano de revisão programada com preço fixo, que entra em vigor a partir de 1º de setembro. As revisões passam a ser mais baratas, com redução que variam de 8% a 69%, dependendo do modelo.

A principal alteração no programa, em relação ao anterior, é a substituição das correias de acessórios, tensionadores, roletes da correia de distribuição e filtro anti-polen, que ocorrerá somente quando necessário. Além do aumento do intervalo para substituição do óleo do motor, que, em condições normais de uso, será de 10 mil km ou 12 meses (antes a recomendação era a substituição a cada 5 mil km ou 6 meses).

“O primeiro passo para esta alteração iniciou-se há aproximadamente 18 meses, quando passamos a utilizar o mesmo parceiro de lubrificante da nossa fábrica em Jacareí em nossa rede de concessionários. Durante este período foram desenvolvidos estudos e testes para determinarmos a deterioração dos novos lubrificantes em nossos motores. Os resultados foram surpreendentes. Desta forma, estamos repassando todos esses benefícios aos nossos clientes de pós-venda e também contribuindo com o Meio Ambiente.” explica Maurício Buzetto, gerente nacional de Pós-Vendas da Chery Brasil.

As revisões incluem no mínimo a inspeção de 31 itens, além das trocas de lubrificantes, fluidos, filtros e correias, quando necessários.

A nova tabela de preços está disponível no site da Chery. O pagamento pode ser feito em até três vezes no cartão de crédito.

Sobre a Chery

A Chery Brasil consolidou-se como a primeira fabricante chinesa de automóveis a se instalar industrialmente no país, com investimento de US$ 530 milhões. O aporte contempla uma fábrica de veículos de passeio e outra de motores, ambas localizadas no Vale do Paraíba, na cidade de Jacareí (SP). A empresa também detém o título de pioneira ao lançar o primeiro automóvel chinês com transmissão automática, o Tiggo. Atualmente, ainda são comercializados a versão manual do mesmo modelo, além do QQ, Celer e Face.

30 AGO2016
Baidu apresenta seu carro autônomo elétrico

Roraima Mais - 27/08/2016

Os sistemas de auto-condução vêm ganhando cada vez mais espaço entre as gigantes da tecnologia, e o Baidu não está fora desta corrida. Nesta sexta-feira (26), “o Google da China” apresentou seu carro autônomo, uma versão modificada do Chery New QQ elétrico.

Para quem não sabe, anteriormente o Baidu já havia testado o seu sistema em uma BMW, quando a companhia apresentou sucesso na implantação da tecnologia. Além disso, o gigante fechou um acordo com a Ford no valor de US$ 150 milhões para a produção em massa de veículos que dispensam motoristas.

De acordo com a apresentação, percebe-se que o carro desenvolvido é bastante semelhante ao protótipo do Google, mas o modelo chinês demonstra algumas vantagens em relação ao concorrente, principalmente por possuir mais espaço na cabine e utilizar um conjunto de sensores aparentemente mais robusto.

Os novos carros driverless do Baidu, que devem passar por testes de segurança em breve, estão sendo projetados para uso exclusivo na China, e o objetivo em longo prazo é a implantação de uma frota de veículos de auto-condução como uma opção ao transporte público no país.

Fonte: TechCrunch

Canaltech

10 AGO2016
Chery oferece desconto de até R$ 6 mil no Celer até o fim de agosto

Auto Esporte - 09/08/2016

A Chery lançou a campanha Trust Share para oferecer descontos de até R$ 6 mil nos modelos Celer Hatch e Sedan. A campanha é consequência da marca de 5 milhões de veículos produzidos pela montadora no mundo. Os descontos, válidos em todas as concessionárias Chery, começaram a vigorar em 1º de agosto e vão até o fim do mês.

O Celer está disponível nas versões sedã e hatch e possui um motor 1.5 flex de 108 cv e 14 kgfm de torque. Os valores variam de R$ 36.990 até R$ 41.490 sem o desconto.

Novo Chery Celer sedã nacional (Foto: Divulgação)

3 AGO2016
Trinta marcas confirmam presença no Salão do Automóvel de São Paulo

O Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, a se realizar de 10 a 20 de novembro próximo, no São Paulo Expo (antigo Centro de Exposições Imigrantes), na zona sul da capital, já tem 30 marcas confirmadas, conforme comunicado oficial da Reed Exhibitions Alcantara Machado, organizadora oficial do evento. A expectativa é que a feira vai movimentar cerca de R$ 280 milhões na cidade e gerar mais de 30 mil empregos diretos e indiretos.

Já estão confirmadas as seguintes marcas: Audi, BMW, Chery, Chrysler, Citroën, Dodge, Fiat, Ford, Chevrolet, Honda, Hyundai, Jaguar, Jeep, Kia, Land Rover, Lexus, Lifan, Mercedes-Benz, Mini, Mitsubishi, Nissan, Peugeot, Porsche, Ram, Renault, Subaru, Suzuki, Toyota, Troller e Volkswagen.

Entre as atrações da mostra está o superesportivo Nissan GT-R, que será vendido no Brasil a partir de outubro por mais de R$ 1 milhão. A Chevrolet estará com três novidades: a versão hatch do Cruze, a atualização do SUV compacto Tracker e a nova geração do Camaro, de acordo com o comunicado. A Renault vai trazer o SUV compacto de luxo Koleos.

Outras novidades reveladas são a apresentação dos novos Porsche 718 Cayman e Panamera, enquanto a Jaguar terá como principal estrela do estande o utilitário esportivo F-Pace, com preços entre R$ 309.300 e R$ 416.400. Por enquanto, Ferrari, Lamborghini, Maserati, Bentley, Volvo, Rolls-Royce e Jac Motors ainda não confirmaram participação.

Test-drive

De acordo com a organização do evento, Volkswagen, GM, Land Rover, Peugeot, Citroën e Jaguar já confirmam que vão oferecer aos visitantes a possibilidade deles experimentar os carros destas marcas em uma área externa de 20 mil m². A estimativa é que 15 montadoras levem 35 modelos diferentes para testes, com um total de até 100 veículos. A previsão é que cerca de 40 mil pessoas possam dirigir os carros no evento, no asfalto e na terra.

Programe-se

Data: De 10 a 20 de novembro

Local: São Paulo Expo (antigo Centro de Exposições Imigrantes)

Endereço: Rodovia dos Imigrantes, Km 1,5 (850 m da estação Jabaquara do metrô)

Ingressos

A compra de ingressos antecipados pode ser feita pelo site www.salaodoautomovel.com.br. Haverá desconto de 10% para os fãs da página do salão no Facebook.

Preços

10 de novembro (quinta-feira) - R$ 40,00

11 de novembro (sexta-feira) - R$ 70,00

12 a 15 de novembro (sábado a terça) - R$ 95,00

16 a 18 novembro (quarta a sexta) - R$ 70,00

19 de novembro (sábado) - R$ 95,00

20 de novembro (domingo) - R$ 70,00

*Meia entrada para estudantes

Ingressos

Test-drive

Salão Internacional do Automóvel de São Paulo

Comentários

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

por Wanderley de Faria

Jornalista de Economia e Veículos afiliado à Associação Brasileira de Imprensa Automotiva e à Associação América Latina da Imprensa de Carros.

O Popular - Sobre Rodas - 02/08/2016

25 JUL2016
Centro de peças da Chery está a todo vapor

Desde o final de maio, o Centro de Distribuição de Peças de Reposição da Chery Brasil também está localizado em Jacareí (SP), a quatro quilômetros da fábrica da montadora no Brasil. O antigo Armazém de Peças foi transferido de Salto (SP) para o Vale do Paraíba por fatores logísticos e operacionais, sempre visando a melhoria contínua do atendimento pós-venda da Chery, para oferecer um suporte de qualidade aos consumidores da marca.

O novo espaço conta com uma área de cinco mil m², com capacidade para armazenar mais de 13 mil códigos de peças diferentes. Apesar da mudança, "a Chery manterá o percentual de 97% de peças prontamente disponíveis em estoque para atender a sua rede de concessionárias e oficinas credenciadas, além de seguir respeitando os prazos de entrega de até 48 horas úteis após o faturamento para qualquer região do país e de 24 horas após a emissão da nota fiscal para casos urgentes", garante Altair Melo, gerente de Peças da Chery Brasil.

Por fim, entre as vantagens da transferência do espaço para as proximidades da unidade fabril da Chery estão reduções significativas de custos operacionais e, principalmente, o aumento da sinergia entre as equipes do armazém de peças com áreas vitais da companhia, como os times de TI, Logística e Pós-Venda, que proporcionará um atendimento ainda melhor aos seus consumidores.

Sobre a Chery

A Chery Brasil consolidou-se como a primeira fabricante chinesa de automóveis a se instalar industrialmente no país, com investimento de US$ 530 milhões. O aporte contempla uma fábrica de veículos de passeio e outra de motores, ambas localizadas no Vale do Paraíba, na cidade de Jacareí (SP). A empresa também detém o título de pioneira ao lançar o primeiro automóvel chinês com transmissão automática, o Tiggo. Atualmente, ainda são comercializados a versão manual do mesmo modelo, além do QQ e Celer.

19 JUL2016
Chery Apoia a “Walk for Truce”, em Referência à Trégua Olímpica

Idealizadores do movimento, Michael Bates, ex Ministro de Estado do Reino Unido, e a sua esposa, Xuelin Bates, conheceram as instalações da Chery em Jacareí (SP).

A menos de um mês do início dos jogos olímpicos do Rio de Janeiro, a Chery Brasil recebeu uma visita histórica em sua fábrica de Jacareí. Os idealizadores da ação “Walk for Truce” (http://www.walkforpeace.eu/), Michael Bates, ex Ministro de Estado do Reino Unido, e sua esposa, Xuelin Bates, visitaram as instalações da montadora nesta semana, durante a caminhada de mais de 3 mil km que o casal percorre, desde março deste ano, em referência à Trégua Olímpica.

Inspirada na tradição criada para os Jogos Olímpicos da Antiguidade, quando guerras eram suspensas para permitir a viagem dos atletas à cidade grega de Olímpia, a Trégua Olímpica hoje integra a agenda da Assembleia Geral da ONU e foi reavivada pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), em 2000, com o objetivo de proteger os interesses dos atletas e do esporte em geral, e para incentivar a busca de soluções pacíficas e diplomáticas para os conflitos ao redor do mundo.

Ativistas da Trégua Olímpica, lord Bates e sua esposa, em alusão aos jogos olímpicos no Brasil, iniciaram uma caminhada de 3 mil Km de Buenos Aires ao Rio de Janeiro, arrecadando fundos que serão destinados à UNICEF, a chamada “Walk for Truce”. Eles contam com o apoio da Chery Brasil, que participa da ação com um Tiggo AT, que dá suporte à marcha de Lord Bates desde a sua entrada em território brasileiro, no RS, seguindo até a capital fluminense.

25 JUN2016
Chery QQ nacional ganha nota aa em teste de consumo do inmetro

Prestes a estrear em versão nacional, o Chery QQ conquistou o selo Conpet de eficiência energética do Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBVE). Essa classificação é dada aos automóveis mais eficientes e que obtiveram as melhores classificações em suas categorias.

O modelo da Chery recebeu a classificação AA (nota máxima) na categoria microcompactos, mesma nota do recém-lançado Fiat Mobi. “O New QQ nacional já chega ao mercado com boas notícias, desbancando seus concorrentes no quesito eficiência e emissão de gases. Este é um fator que conta positivamente no momento de decisão de compra por parte do consumidor, cada dia mais consciente e responsável, financeira, social e ambientalmente”, comemora Luciano Resner, vice-presidente de Operações da Chery Brasil.

Chery QQ nacional começará a ser vendido na segunda quinzena de maio A versão nacional do Chery QQ já está em produção na fábrica da Chery em Jacareí (SP) e deverá começar a ser vendido na segunda quinzena de maio. Atualmente o QQ é oferecido com preço sugerido a partir de R$ 31.290.

Fonte: http://carsale.uol.com.br/ultimas/2016/05/02/chery-qq-nacional-ganha-nota-aa-em-teste-de-consumo-do-inmetro/

17 JUN2016
Brasil desbanca China e obtém melhor pós-venda da Chery no mundo

A maior concentração de carros da Chery por metro quadrado está rodando naturalmente na China, país natal da marca, mas é no Brasil que a empresa possui a melhor equipe de pós-venda em todo o mundo. O anúncio foi feito em evento realizado na matriz e o resultado foi creditado principalmente à adoção de novos padrões em treinamento técnico, de atendimento aos clientes e inteligência da informação. Além disso, pesou a favor a colocação positiva alcançada no ranking do site Reclame Aqui.

Especificamente no site de reclamações, a reputação da Chery é melhor que a maioria das grandes marcas do mercado. Enquanto a maioria das montadoras tem classificação abaixo de regular, a Chery Brasil registra índice “bom” no acumulado dos últimos 12 meses e um dos cinco melhores entre as automotivas, com registro de 99,6% de casos atendidos e 90,2% de casos solucionados.

Há poucos dias a marca inaugurou a 4 km da fábrica de Jacareí (SP) o novo centro de distribuição de peças, cujo objetivo é reduzir custos operacionais, aumentar a sinergia entre as equipes do armazém, TI, logística e pós-venda, se refletindo na melhora do atendimento ao cliente final.

Fonte: http://carplace.uol.com.br/brasil-desbanca-china-e-obtem-melhor-pos-venda-da-chery-no-mundo/

29 ABR2016
Adeus, cópias! Veja sete conceitos que mostram o futuro da China

Esqueça a ideia de que salões chineses são palco para exibir cópias "xing ling" de modelos ocidentais consagrados.

As fabricantes locais evoluíram e, aproveitando a presença de engenheiros e designers internacionais mais o aprendizado de seus profissionais locais, estão aos poucos aprendendo a caminhar com as próprias pernas.

No Salão de Pequim 2016 deu para contar nos dedos de uma mão a quantidade de cópias apresentadas ao público.

Por outro lado, boa parte das montadoras chinesas apareceu com conceitos que apresentavam identidade própria e até certa dose de ousadia nas soluções visuais.

UOL Carros elegeu os sete protótipos chineses que, na visão de nossa reportagem, mais se destacaram. Confira:

Chery FV2030 Concept

Sob o lema "Divirta-se dirigindo, curta o futuro", a Chery apresentou sua visão sobre o mercado automotivo daqui a 15 anos com o Future Vision 2030 Concept. O protótipo dispõe das três novas tecnologias que ditarão os rumos do setor: propulsão elétrica, condução autônoma e conectividade plena. Além disso, expõe a próxima identidade visual do grupo na forma de um cupê com linha de caráter elevada, frente dividida em andares e porta única que dá acesso às duas fileiras de assento, com abertura ao estilo asa de gaivota.

Fonte: http://carros.uol.com.br/listas/adeus-copias-veja-sete-conceitos-que-mostram-o-futuro-da-china.htm