News
HOME > News > News
11 JAN2017
Brasileiro não quer mais carro 1.0 "pelado"; conheça os 5 mais completinhos

Fonte: https://carros.uol.com.br/noticias/redacao/2017/01/06/brasileiro-nao-quer-mais-carro-10-pelado-conheca-os-5-mais-completinhos.htm

Carros de entrada mais recheados são cada vez mais procurados

Segundo dados da consultoria Jato Dynamics, em 2016 foram comercializados no Brasil mais de 360 mil automóveis 1.0 equipados com ar-condicionado, direção assistida e trio elétrico (travas, vidros elétricos e alarme, embora muitos considerem retrovisores com ajuste elétrico como o terceiro elemento do trio) -- cerca de 70% do total de carros vendidos com essa motorização.

Essa é uma prova que o consumidor brasileiro não quer mais veículos "pelados" e busca um mínimo de conforto ao adquirir um zero-quilômetro. Em tempos de crise e alta na inflação e nos preços, a percepção é de que o comprador espera levar maior valor agregado para compensar o gasto, que na média fica entre R$ 35 mil e R$ 45 mil.

As montadoras estão atentas a isso, tanto que modelos mais antigos e menos equipados vêm saindo de linha, dando lugar a projetos mais modernos. Os exemplos são claros: somente neste ano, a Chevrolet deixou de vender o Classic, baseado na primeira geração do Corsa nacional, para se concentrar no Onix; a Fiat recentemente deixou de fabricar o Palio Fire para dar lugar ao Mobi -- o Palio ainda é oferecido no site da Fiat, mas as vendas estão concentradas a frotistas, por encomenda.

De olho nessa tendência, UOL Carros destaca os carros mais baratos equipados, pelo menos, com ar-condicionado, direção assistida e trio elétrico, pacote que traz os itens de conforto mais desejados pelos clientes. Nessa seleção, consideramos exclusivamente os preços sugeridos pelas fabricantes de cada modelo, sem levar em conta eventuais descontos e promoções oferecidos em negociações nas concessionárias nem modelos com motor maior que 1 litro (como os chineses da JAC ou o Chery Celer, por exemplo).

1. Chery QQ Look

Divulgação imagem: Divulgação

O carro mais barato do Brasil é de origem chinesa e segue a tradição daquele país de aliar preço competitivo a um bom pacote de equipamento. Ele oferece dimensões bastante compactas, ideais para uso urbano, garantia de cinco anos e fabricação nacional, em Jacareí (SP), mas é importante lembrar que a rede de concessionárias pequena na comparação com marcas tradicionais e que o motor só bebe gasolina.

  • + Preço: R$ 31.290
  • + Motor: 1.0 de três cilindros a gasolina, 69 cv e 9,4 kgfm de torque
  • + Câmbio: manual de cinco marchas
  • + Principais equipamentos: direção hidráulica, ar-condicionado, travas e vidros elétricos dianteiros, som com entrada USB, faróis com ajuste elétrico, computador de bordo, abertura e fechamento das portas por telecomando, banco traseiro rebatível e apoios de cabeça nos bancos traseiros
  • + Garantia: cinco anos

2. Fiat Mobi Like

Murilo Góes/UOL imagem: Murilo Góes/UOL

Lançado em abril do ano passado, o subcompacto é 25 cm mais curto que o Uno, com o qual compartilha plataforma. Para levar um carro mais equipado, com os equipamentos requisitados na elaboração deste ranking, é preciso esquecer as versões de entrada Easy e Easy On e partir direto para a intermediária Like, que traz de série o ar-condicionado e as travas e vidros dianteiros elétricos. Essa configuração, bem como a maioria das versões, ainda é movida pelo antigo motor 1.0 Fire flex, de quatro cilindros -- apenas a nova versão Drive conta com o moderno motor 1.0 Firefly de três cilindros e 77 cv, que proporciona maior economia de combustível -- custa R$ 39.870 e seria a quarta colocada, mas foi removida para não haver repetição de modelo.

  • + Preço: R$ 38.470
  • + Motor: 1.0 de quatro cilindros, flex, 75 cv e 9,9 kgfm de torque (etanol)
  • + Câmbio: manual de cinco marchas
  • + Principais equipamentos: direção hidráulica, ar-condicionado, travas e vidros dianteiros elétricos, computador de bordo, volante com regulagem de altura, sinalização em caso de frenagem de emergência, limpador e desembaçador traseiros, banco traseiro bipartido e rebatível, indicador de troca de marchas, abertura interna do porta-malas e do tanque de combustível
  • + Garantia: três anos

3. Volkswagen Gol Trendline (duas portas)

Divulgação imagem: Divulgação

Enquanto não chega a nova geração, esperada para 2018, o Gol assumiu o papel de modelo de entrada da Volkswagen, com preços mais em conta até que os do up! e oferecendo mais espaço interno. A versão Trendline equipada com ar-condicionado (opcional) ainda é cerca de R$ 1.000 mais barata que o up! com praticamente a mesma lista de equipamentos. A geração atual foi reestilizada em fevereiro do ano passado, quando ganhou novo interior, parecido com o do Fox.

  • + Preço: R$ 38.900
  • + Motor: 1.0 de três cilindros, flex, 82 cv e 10,4 kgfm de torque (etanol)
  • + Câmbio: manual de cinco marchas
  • + Principais equipamentos: direção hidráulica, ar-condicionado, travas e vidros dianteiros elétricos, banco do motorista com regulagem de altura, alerta de frenagem de emergência
  • + Garantia: três anos

4. Volkswagen take up! (duas portas)

Murilo Góes/UOL imagem: Murilo Góes/UOL

O up! foi apontado pelo Latin NCAP como um dos compactos mais seguros do Brasil, trazendo de série ganchos Isofix para fixação de cadeirinhas infantis nos bancos traseiros e reforços estruturais para resistir bem a impactos. Apesar dos apenas 3,60 m de comprimento, traz entre-eixos apenas 5 cm mais curto que o do Gol, oferecendo espaço interno surpreendente para seu tamanho -- ele também conta com mesma capacidade de porta-malas que o irmão maior, de 285 litros. Para contar com ar-condicionado e direção elétrica, a versão de entrada take (R$ 35.190) precisa ser equipada com o pacote "Completo", que custa R$ 4,8 mil.

  • + Preço: R$ 39.990
  • + Motor: 1.0 de três cilindros, flex, 82 cv e 10,4 kgfm de torque (etanol)
  • + Câmbio: manual de cinco marchas
  • + Principais equipamentos: direção elétrica, ar-condicionado, travas, vidros dianteiros e retrovisores elétricos, volante com regulagem de altura, preparação para som, abertura interna do porta-malas, porta-copos, porta-revistas
  • + Garantia: três anos

5. Chevrolet Onix Joy

Divulgação imagem: Divulgação

Custa R$ 40.290 e traz de série ar-condicionado, direção elétrica, vidros dianteiros elétricos -- e até um sensor de monitoramento da pressão dos pneus --, mas não conta com travas elétricas, oferecidas como acessório de concessionária em um pacote que inclui alarme e central multimídia MyLink, que faz o preço encostar em R$ 44,5 mil.

  • + Preço: R$ 40.290
  • + Motor: 1.0 de quatro cilindros, flex, 80 cv e 9,8 kgfm de torque (etanol)
  • + Câmbio: manual de seis marchas
  • + Principais equipamentos: direção elétrica, ar-condicionado, vidros elétricos dianteiros, indicador de troca de marchas, desembaçador traseiro com temporizador, banco traseiro rebatível e sistema de monitoramento de pressão dos pneus
  • + Garantia: três anos

DISCOVER CHERY